Pular para o conteúdo principal

Oficina de Plantio
Barbara Donadoni

CRAS Mantiqueira promove Oficina de Plantio Alternativo

29/09/2017 | 13:54 | atualizado em 16/10/2017 | 16:19

A procura por uma alimentação saudável é cada vez maior e uma das formas de manter essa alimentação são a produção e o cultivo de hortaliças. O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Mantiqueira, localizado à Rua Luzia Salomão, 300, bairro Mantiqueira, promoveu na terça-feira, 27 de setembro, uma Oficina de Plantio em Espaços Alternativos, buscando incentivar aos usuários a produção e o cultivo de alimentos saudáveis.
 

A oficina surgiu de parceria entre a Subsecretaria de Segurança Alimentar e Nutricional e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (EMATER-MG), e foi ministrada pela técnica agrícola Elenice Lamounier. Ela explicou as formas e locais para implantação de uma horta em pequenos espaços. “A escolha de um material reciclável é o primeiro passo para a elaboração da horta, podendo ser utilizado pneus, tubos de plástico, garrafas PET e caixas de madeira”, disse. O preparo, a forma correta de corte dos materiais e o local adequado para cada tipo também foi ensinado aos usuários do CRAS.
 

Ao longo da oficina, Elenice Lamounier destacou a importância do cultivo das hortas caseiras tanto para manter uma alimentação saudável, através do cultivo de alimentos com pouco agrotóxico, quanto para manter a saúde mental. “Mexendo com a terra, a gente descarrega nossas energias, esquecemos nossos problemas, serve como uma terapia”. A técnica agrícola alertou ainda sobre o mal uso de alguns produtos para controle de pragas e deu dicas de formas naturais para o combate das mesmas. 

A coordenadora interina do CRAS Mantiqueira, Renata Evangelista, explica que a oficina foi uma oferta da EMATER e foi muito proveitosa para os usuários do equipamento. “A comunidade sempre nos procura para pedir mudas de plantas, folhas para fazer chá, entre outros, tendo em vista que estamos em uma área verde que uma possui uma grande flora. Os usuários gostaram muito da oficina, aprenderam bastante sobre como ter uma horta em casa, mesmo com pouco espaço”, avaliou.

Troca de experiências

A oficina contou com aproximadamente 20 participantes, que puderam interagir, tirar dúvidas e até mesmo colocar em prática as técnicas ensinadas.

Após concluir sua fala, Elenice abriu uma roda de conversa entre os participantes para que eles pudessem compartilhar suas experiências e trocar dicas.

A aposentada Vera Lúcia Gonçalves Mendes, 66 anos, aproveitou a oficina para esclarecer dúvidas sobre o plantio de hortaliças que já faz em casa. “Lá em casa a gente sempre planta e o mais importante pra mim foi a forma do plantio que ela ensinou, como plantar nas garrafas PETs, pneus. Foi o melhor porque a gente contou o que já tinha feito, tirou dúvida, e aprendeu muito”, contou.

Ao final da oficina, foram distribuídos informativos sobre o Programa de Agricultura Urbana – Oficinas de Plantio em Espaços Alternativos, e os participantes puderam levar para casa garrafas PETs prontas para a utilização e pequenas mudas de ervas.

Elenice explicando como realizar plantio de hortas em pneus velhos
Elenice explicando como realizar plantio de hortas em pneus velhos
Elenice aplicando a Oficina de Plantio
Elenice aplicando a Oficina de Plantio