Pular para o conteúdo principal

Vista aérea da avenida Afonso Pena, com Parque Municipal à esquerda, abaixo, prédios por todos os lados e a Serra do Curral ao fundo.
Foto: Divulgação PBH

Compensações para os impactos da impermeabilização do solo são tema de seminário

18/10/2019 | 20:37 | atualizado em 21/10/2019 | 09:59

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria de Política Urbana, em parceria com a ONU-Habitat, vai sediar na quarta-feira, dia 30 de outubro, o seminário “Jardins de Chuva: cultivando água, colhendo uma cidade melhor para todos”, que irá debater medidas compensatórias aos impactos da impermeabilização do solo. O evento integra a programação do Circuito Urbano 2019/ONU-Habitat, que acontece simultaneamente em várias cidades brasileiras e teve início no Dia Mundial do Habitat, 1º de outubro, e se encerra na quinta-feira, dia 31, no Dia Mundial das Cidades. As inscrições estão abertas. 

 

O seminário “Jardins de Chuva: cultivando água, colhendo uma cidade melhor para todos” será realizado no auditório da Prefeitura (avenida Afonso Pena, 1.212, Centro), das 8h30 às 17h. Na oportunidade, especialistas irão discutir dispositivos de drenagem sustentáveis e complementares às medidas convencionais de escoamento e detenção de água de chuva, especialmente os dispositivos vegetados de armazenamento e infiltração de água. Nesse sentido, será demonstrado o potencial de uso das soluções baseadas na natureza e os benefícios socioambientais da implantação dos Jardins de Chuva nas cidades.

 

Na programação ainda estão incluídas palestras para apresentação da técnica de jardins de chuva, exposição de casos de sucesso em cidades brasileiras nas quais a técnica foi aplicada, além de uma visita à Praça JK, local onde está sendo implantado o primeiro jardim de chuva do Município.  

 

 

Jardins de chuva

Os jardins de chuva são estruturas vegetadas de armazenamento de água da chuva nas quais o solo mais permeável permite a sua infiltração e, em conjunto com a vegetação, contribuem para remoção de poluentes da água. Eles são dispositivos sustentáveis e inovadores que atuam de modo complementar às tradicionais soluções de engenharia para a drenagem urbana de águas pluviais. Entre os benefícios, os jardins de chuva contribuem para reduzir as enxurradas e alagamentos, regular o clima local e melhorar o conforto térmico, além de aumentar a biodiversidade urbana e tornar a cidade mais verde e aprazível.

 

Confira a programação a seguir: 

 

Programação

  •  Das 8h30 às 9h – Recepção e credenciamento

 

 

  •  Das 9h às 9h45 – Abertura

Secretária Municipal de Política Urbana, Maria Fernandes Caldas, e o presidente da Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica, Sérgio Augusto.

 

  • Das 9h45 às 10h45 – Palestra: Jardins de Chuva como solução inovadora e sustentável para o meio ambiente urbano.

Palestrante: Prof. Dr. Nilo Nascimento / Escola de Engenharia – UFMG.

 

  • Das 10h45 às 11h – Intervalo

 

  • Das 11h às 12h – Soluções baseadas na Natureza para Cidades Sustentáveis e Resilientes: enfocando jardins de chuva

Palestrante: Cecília Herzog / PUC Rio.

 

  • Das 12h às 13h30 – Intervalo para almoço.

 

  • Das 13h30 às 14h – Projeto INTERACT-Bio Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Palestrante: Sophia Picarelli (Gerente de Biodiversidade e Mudança do Clima do ICLEI América do Sul).

 

  • Das 14h às 14h30 – Videoconferência: Jardins de Chuva e sistema viário: soluções integradas de mobilidade e drenagem urbana.

Palestrante: Dolzonan da Cunha Mattos (Secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos da Prefeitura de Goiânia.)

 

  • Das 14h30 às 16h30 – Visita Técnica: Praça JK – implantação de jardim de chuva como compensação de licenciamento ambiental em BH.

Últimas Notícias

Funcionários da Sudecap fazendo manutenção na Vila Bernadete, no Barreiro, após as chuvas Prefeitura deixa Sudecap de plantão 24h por dia para fazer manutenção na cidade

Sempre que a chuva diminui de intensidade ou cessa, as equipes atuam desobstruindo vias e suprimindo e podando árvores.

26/01/2020 | 19:26
Agentes da Defesa Civil durante vistorias na Vila Biquinhas PBH recebe mais de 1.200 solicitações de atendimento até a tarde deste domingo

A maior quantidade de solicitações registradas nos últimos dias foi nas regionais Barreiro, Oeste, Noroeste e Pampulha.

26/01/2020 | 19:11