Pular para o conteúdo principal

Com mudas doadas pela PBH, córrego Cercadinho ganha 40 novas árvores
Foto: Divulgação/PBH

Com mudas doadas pela PBH, córrego Cercadinho ganha 40 novas árvores

criado em 14/02/2022 - atualizado em 15/02/2022 | 07:54

Às margens do córrego Cercadinho, na regional Oeste do município, 40 novas árvores foram plantadas na manhã desse domingo, dia 13. A ação faz parte do projeto Montes Verdes e foi possibilitada pela doação de espécies nativas da mata atlântica, fruto da parceria entre a Prefeitura de Belo Horizonte e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). 

Localizado entre os bairros Havaí e Estoril, o espaço é uma importante área de preservação que abriga o primeiro ponto de captação de água em Belo Horizonte e serve de casa para espécies da fauna como tucanos, araras, jacis e micos. O mutirão contou com o apoio da comunidade local e de coletivos que atuam em prol da recuperação ambiental. Ele visa restabelecer a vegetação do local, substituindo áreas degradadas por uma floresta com mix arbóreo biodiverso, composto por ipês, aroeiras, embaúbas, entre outras espécies. 

Além disso, a ação atua no resgate de alguns serviços ambientais por meio da criação de áreas de conexão, como os corredores ecológicos, e é imprescindível para benefícios como a oxigenação do espaço, controle climático, restauração e preservação de recursos hídricos. 

Para o secretário municipal de Meio Ambiente, Mário Werneck, atividades como esta são fundamentais para a qualidade de vida nos espaços urbanos e devem ser multiplicadas. “Enquanto houver mudas, o nosso objetivo é doar e plantar. Somos uma capital com milhões de habitantes e uma vegetação que favorece, por meio dos seus serviços, a existência desse desenvolvimento populacional e urbano. Mas, nesse sentido, precisamos plantar mais para contrabalancear os impactos ambientais ocorridos na nossa sociedade. Plantios como esse devolvem a Belo Horizonte a vegetação que os processos de urbanização tiram de nós, resgatando ecossistemas e promovendo uma boa qualidade de vida aos que estão inseridos nesse contexto”, destaca. 

O Projeto Montes Verdes teve início com o trabalho de seleção de áreas aptas a receber plantios, visando à recuperação ambiental. Durante o processo de planejamento, identificou-se a escassez de algumas espécies vegetais voltadas à recuperação da multiplicidade de espécies presentes em florestas naturais situadas próximo de Belo Horizonte, que passaram a ser produzidas por meio da parceria com o ICMBio e ofertadas a locais de plantio dentro da cidade.