Pular para o conteúdo principal

CERSAM Venda Nova começa a funcionar em nova sede
Foto: Divulgação/PBH

CERSAM Venda Nova começa a funcionar em nova sede

criado em 21/02/2022 - atualizado em 25/02/2022 | 15:58

O Centro de Referência em Saúde Mental Venda Nova (CERSAM-VN) está funcionando em novo endereço: rua dos Canoeiros, 320 - Santa Mônica. O local é bem estruturado para receber os usuários e trabalhadores e garantir plena assistência. Anteriormente, o espaço abrigava a unidade de atendimento 24h para pessoas com sintomas respiratórios, mas com a melhora nos indicadores epidemiológicos e a redução na procura por atendimento, o serviço foi desmobilizado.

Em 2021, somente na unidade da Regional Venda Nova, foram cerca de 22 mil atendimentos. Os CERSAMs são equipamentos para acolhimento dos casos de crises e urgências em saúde mental e acompanhamento de pessoas em sofrimento mental com quadros graves e persistentes. O município possui oito CERSAMs, que funcionam 24h, todos os dias, inclusive aos finais de semana e feriados. Entre 7h e 19h os usuários comparecem ao local para acolhimento, tratamento em permanência dia e consultas ambulatoriais. De 19h às 7h permanece uma equipe na unidade, para assistência aos usuários em hospitalidade noturna. 

Essas unidades contam com equipes multiprofissionais formadas por gerente, auxiliar administrativo, técnicos de enfermagem, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais e médicos psiquiatras. O tratamento fornece oferta integral de cuidado, considerando a saúde mental e física, o campo sociofamiliar, de trabalho, lazer e ocupações. 

O acolhimento nos CERSAMs ocorre por demanda espontânea ou encaminhamento por outras unidades de saúde mental, já que se trata de um serviço aberto para crise e urgência em saúde mental. Ainda integram a Rede de Atenção Psicossocial de Belo Horizonte (RAPS-BH) cinco Centros de Referência em Saúde Mental – Álcool e outras Drogas (CERSAM-AD), três Centros de Referência em Saúde Mental Infantojuvenil (CERSAMs), 34 residências terapêuticas, oito equipes de Consultório na Rua e duas Unidades de Acolhimento Transitório Adulto e Infantojuvenil, além de nove Centros de Convivência e todo complexo de atendimento da atenção primária, em todos os 152 Centros de Saúde, que possuem equipes de saúde mental.