Pular para o conteúdo principal

Treze crianças sentadas escutam história de professora.
Foto: Mara Damasceno/PBH

BH em Pauta: Cantinhos de Leitura - Contação de Histórias

14/09/2017 | 16:08 | atualizado em 18/09/2017 | 09:20

Andar pelos quatros cantos da Unidade Municipal de Educação Infantil (Umei) Ipiranga, na região Nordeste de Belo Horizonte, é uma tarefa prazerosa para os visitantes e uma rotina encantadora para as 340 crianças que estudam no local. Os livros e as revistas em quadrinhos não ficam apenas na biblioteca e nas salas de aula – em diversos espaços da escola há “Cantinhos de Leitura”. A Umei Ipiranga “inspira e respira literatura o tempo todo”, como bem define a professora Glauce Prestes, responsável pelos projetos de leitura e literatura na unidade, desde fevereiro deste ano.

“Todas as atividades são planejadas e fazem parte de um trabalho multidisciplinar, compartilhado pela equipe. As práticas pedagógicas envolvem o trabalho literário o tempo inteiro e têm o objetivo de despertar nas crianças o gosto pela literatura, além de criar o hábito de leitura”, ressalta Rosiléa Pereira Nascimento, vice-diretora da Umei Ipiranga.

A unidade atende crianças de zero a cinco anos e todas participam das atividades, que compreendem a contação de histórias, a poesia, a música, os desenhos e o teatro.

As professoras planejam as aulas considerando os “Cantinhos de Leitura”, sempre como possibilidades de ação pedagógica. É comum encontrar as crianças apreciando os livros ao passarem por esses espaços, e também não é surpresa encontrá-las escolhendo obras para levarem para casa, na forma de empréstimo.

Nos “Cantinhos de Leitura” espalhados pelo espaço físico da Umei Ipiranga, além dos livros, são disponibilizados os trabalhos, em diversas linguagens, executados a partir da temática de determinada história trabalhada com as crianças. Um dos cantinhos que encantam a meninada é o que guarda o cenário da história “O ratinho, o morango vermelho maduro e o grande urso esfomeador”. Nessa história, até a horta da escola compôs o cenário com o pequeno canteiro de plantação de morango.

Emanuele Castro, aluna da Umei Ipiranga, tem apenas três anos, mas já conhece várias histórias a partir dos projetos literários e sabe muito bem escolher os livros que quer. “Gosto muito dos livros, pois eu aprendo muito com eles. Gosto da história de Branca de Neve, Cinderela e Chapeuzinho Vermelho. Também gosto muito da minha escola”, afirma Emanuele.

A biblioteca da Umei Ipiranga tem um acervo de mais de 1.700 livros e, cada vez mais, os alunos se apropriam deles com satisfação e cuidado. Nessa unidade, o brincar e a leitura caminham juntos. De forma lúdica, as histórias ganham vida e trazem diversos ensinamentos. As crianças sorriem, choram, encantam-se e, assim, por meio da literatura, vão descobrindo o mundo e o universo do conhecimento.


Funcionamento

Belo Horizonte possui 131 Unidades Municipais de Educação Infantil, sendo 21 delas na região Nordeste. As Umeis recebem crianças com idade entre 0 e 5 anos e funcionam com turmas em horários integral e parcial. Ainda neste segundo semestre, estão previstas as inaugurações de dois novos espaços na regional Nordeste: a Umei Ribeiro de Abreu, no bairro Ribeiro de Abreu, que está em fase final de construção, e o anexo da Umei Goiânia, no bairro Goiânia, que passa por reformas.

 

14/09/2017. Cantinhos da Leitura - Umei Ipiranga. Fotos: Mara Damasceno/PBH