Pular para o conteúdo principal

Crianças, estudantes da rede municipal de ensino, observam dona Maria da Gloria Silva, do grupo Amigas da Horta, que está com uma enxada na mão.
Foto: Divulgação

BH em Pauta: Amigas da Horta

05/06/2017 | 17:03 | atualizado em 06/07/2017 | 14:47

Uma ideia na cabeça, um grupo de senhoras preocupadas com a educação ambiental das crianças e uma pequena área de terra sem utilização. Desta equação surgiu a ideia de criação de uma horta comunitária no terreno da Unidade Municipal de Educação Infantil (UMEI) Lagoa, no bairro Lagoa, em Venda Nova.

 

A ideia é de Maria da Gloria Silva, presidente da Associação Comunitária e da Comissão Local de Saúde do Centro de Saúde Lagoa. O grupo de senhoras é o “Amigas da Horta”, formado por quatro mulheres e dois homens da comunidade do bairro Lagoa. Eles cuidam diariamente da horta implantada nos fundos da UMEI Lagoa, em um espaço de aproximadamente 200 metros quadrados, no qual está colocado um pluviômetro eletrônico para monitoramento de chuvas.

 

A horta começou a ser implantada no fim do ano passado, com autorização da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da diretora da UMEI Lagoa, Juliana Sá Brandão Martins, que aprovou a ideia e utiliza o espaço para educação ambiental das crianças. “A horta surgiu de um desejo das ‘meninas’ e também da UMEI porque a escola é um espaço da comunidade”, afirma ela.

 

São mais de 20 canteiros de ervas medicinais, verduras, legumes e temperos. Todo dia, no início da manhã, uma dupla vai ao local para aguar as plantas. O abastecimento de água é garantido pela UMEI. Outras pessoas vão em outros horários para capinar, plantar e cuidar do que for necessário.

 

Refeições

 

A produção da horta já é utilizada para a alimentação de pessoas carentes da comunidade e também das crianças da UMEI. “O que é mais bacana é que os alunos estão aprendendo a plantar com as professoras. Muitos deles nem sabem de onde vêm os alimentos. As crianças estão colocando a mão na terra, plantaram sementes de cenoura e cebola, que já estão grandes. E, com isso, estão melhorando a alimentação também”, observou Maria da Glória.

 

A UMEI Lagoa atende cerca de 400 crianças em 16 turmas parciais e quatro integrais. Nas turmas parciais são servidas duas refeições por dia e no integral, cinco, entre lanche, almoço e jantar.