Pular para o conteúdo principal

Pablo Pacheco/PBH

BH em Cantos - Beleza de cenário

25/05/2017 | 13:55 | atualizado em 28/06/2018 | 13:56

Uma área verde localizada no bairro Aarão Reis, que insere o esporte, a educação, a saúde e o meio ambiente à rotina da população. Este é o Parque Nossa Senhora da Piedade, que ocupa uma área de 56 mil metros quadrados na região Norte de Belo Horizonte. 

Quem frequenta o parque encontra à disposição espaços de recreação infantil, exercícios físicos, quadras esportivas, pistas de skate, cooper e trilhas. No local aonde antes havia um brejo, a população do bairro Aarão Reis viu surgir um lindo parque. Antes da implementação dele, as nascentes do córrego que deu nome ao parque mais os terrenos que o rodeavam eram utilizados como depósitos de lixo.

Além de usufruir do parque, a população do entorno foi beneficiada com a implantação de três vias - avenida Nossa Senhora da Piedade, rua Rubens Souza Pimentel e rua Projetada -, duas interligações e um pontilhão de concreto.

Morador do bairro Planalto, também na região Norte, o representante comercial Sidney Fantini é um dos frequentadores diários do Parque Nossa Senhora da Piedade. “Há seis anos, sempre vou para o parque fazer caminhada. Moro a dois quarteirões da Fazenda Lagoa do Nado e tenho a sorte de poder contar com esses dois parques para fazer meus exercícios”, comemora.

Construído a partir do debate sobre a necessária ocupação dos espaços públicos, o parque permite uma nova dinâmica para a vida dos moradores e estimula práticas saudáveis e de lazer.

O parque funciona todos os dias das 8h às 18h, mas às 6h abre exclusivamente para os caminhantes utilizarem a pista de cooper. Logo de manhã, pessoas de todas as idades começam a tomar conta do parque, com o intuito de usufruírem da série de equipamentos gratuitos do espaço, que possui até uma academia ao ar livre. O parque ainda disponibiliza gratuitamente redes esportivas, para os fãs de jogos de peteca e vôlei. 

    
Aprendizagem

Utilizado também como equipamento de aprendizagem, o Parque Nossa Senhora da Piedade se tornou referência para assuntos ambientais na região Norte da capital. Essa característica foi garantida depois que o espaço se tornou sede do Centro de Educação Ambiental da Regional Norte (CEA-Norte), onde são realizadas oficinas e atividades de conscientização desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente. A área também já serviu como campo de pesquisas científicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Como exemplo da utilização do espaço para a aprendizagem, estudantes da Escola Municipal Cônsul Antônio Cadar, localizada no vizinho bairro da Providência, frequentam o parque diariamente. Para Matheus Felipe, aluno do 8º ano, o parque é o local no qual ele aprende e se diverte, ao mesmo tempo.

A monitora da escola municipal, Ludmila dos Santos da Silva, destaca o contato com o meio ambiente e, ainda, a possibilidade de os estudantes utilizarem o parque para atividades de lazer.

 

Fauna e Flora

A criação do Parque Nossa Senhora da Piedade no bairro Aarão Reis teve reflexo em espécies da fauna que habitam a região Norte da capital. Toda a manhã, garças e mergulhões se deslocam da Lagoa da Pampulha para o lago do parque. Além dessas aves, o espaço registra a presença de outras espécies como o beija-flor, o bem-te-vi, o bico de lacre, a rolinha, o sabiá e alguns tucanos.

Um extenso número de plantas e flores decorativas e árvores frutíferas também enriquecem a flora do parque, que tem aproximadamente 100 pés de mangas, mais de 20 jabuticabeiras, goiabeiras e moitas de banana, 15 pitangueiras, além de pés de jambo vermelho, abiu, gabiroba, jatobá e graviola. Além disso, o parque cultiva plantas medicinais, que ficam disponíveis para os moradores.