Pular para o conteúdo principal

Apresentação aberta da Filarmônica de Minas Gerais, com mais de cinquenta pessoas assistindo, durante o dia.
Foto: Bruna Brandão

BH é da Gente tem concerto da Filarmônica de Minas Gerais no domingo, dia 8    

02/09/2019 | 20:35 | atualizado em 02/09/2019 | 20:35
Pela primeira vez na história, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais vai realizar um concerto gratuito e ao ar livre na Praça da Savassi, região Centro-Sul de Belo Horizonte, a partir das 11 horas de domingo, dia 8 de setembro. A programação conta com o apoio do BH é da Gente, programa recreativo em espaço urbano desenvolvido pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer.    

 

Além da parceria da Prefeitura de Belo Horizonte, o concerto é apresentado pelo Ministério da Cidadania e Governo de Minas Gerais por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura e da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e tem patrocínio da Patrimar e do BDMG.

 

Sob a direção do regente associado da Filarmônica, Marcos Arakaki, o público ouvirá da Orquestra, composta por 90 músicos, um repertório variado, que tem os ritmos da marcha e da valsa. O Brasil estará presente com os ritmos e melodias próprios da cultura nacional e que traduzem a diversidade do País.

 

“Será um domingo histórico para a população de Belo Horizonte e também para a Filarmônica, que vai se apresentar na Praça da Savassi pela primeira vez. Um concerto aberto ao público, com música de alto nível em um programa para toda a família. Essa é a essência do BH é da Gente, cujo propósito é fomentar a ocupação do espaço público com qualidade, ofertando lazer, cultura e outras atividades para todos”, destaca o secretário municipal de Esportes e Lazer, Elberto Furtado.

 

“A Orquestra Filarmônica de Minas Gerais tem cumprido com a missão de democratizar o acesso das pessoas à música de concerto. Mas, a Filarmônica não havia, ainda, chegado à região da Savassi. Será um momento de muita alegria, encantamento, nesta região que é uma vanguarda da cultura de Belo Horizonte", afirma o presidente do Instituto Cultural Filarmônica, Diomar Silveira.

 

 

A Filarmônica

A Orquestra Filarmônica de Minas Gerais foi criada em 2008 e realizou 857 concertos até o momento, com 1,12 milhão de espectadores. Atualmente, conta com 90 músicos provenientes de todo o Brasil, Europa, Ásia, Américas do Sul e do Norte e Oceania, selecionados por um rigoroso processo de audição.

 

A Orquestra tem a direção artística e regência titular do maestro Fabio Mechetti. Marcos Arakaki é o regente associado e colabora com a Orquestra desde 2011, com destacada atuação nos concertos para formação de público.

 

Reconhecida com diversos prêmios culturais e de desenvolvimento econômico, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais recebeu a principal condecoração pública nacional da área da cultura. Trata-se da Ordem do Mérito Cultural 2018, concedida pelo Ministério da Cultura. A Orquestra foi agraciada, ainda, com a Ordem de Rio Branco, insígnia diplomática brasileira cujo objetivo é distinguir aqueles cujas ações contribuam para o engrandecimento do país.

 

 

BH é da Gente

Criado em 2017, o BH é da Gente é um programa recreativo realizado aos domingos em quatro regiões da capital - Savassi (Centro-Sul), avenida Silva Lobo (Oeste), avenida Guarapari (Pampulha) e rua Araribá (Noroeste). O objetivo do programa é promover a prática de atividades físicas, esportivas e de lazer ao ar livre, assim como a convivência e a cidadania em vias e locais públicos, abrindo espaço para a ocupação urbana pela população e fomentando a apropriação do espaço público.