Pular para o conteúdo principal

Mão femininaestá estendida com o dedo indicador em riste ao lado de mãos masculinas com o aparelho de medir glicemia com tira de exame. Ao fundo, desfocado, um tubinho de tiras.
Foto ilustrativa

BH começa a distribuir mais 476 mil tiras de glicemia

13/07/2017 | 17:05 | atualizado em 17/07/2017 | 08:11

A Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) recebeu nesta quarta-feira, dia 12, o quantitativo de 476 mil fitas reagentes de glicemia por meio de repasse da Secretaria de Estado de Saúde (SES). Nesta quinta-feira, dia 13, a rede SUS-BH estará abastecida com insumos usados para medir a glicemia de diabéticos, que poderão ser adquiridas nos 152 centros de saúde da capital. É mais um esforço da SMSA para garantir a oferta nas unidades. No final de junho a população foi atendida com 500 mil fitas de glicemia, adquiridas por meio de contrato emergencial.
 

Belo Horizonte fornece aos pacientes a quantidade de tiras de glicemia conforme a necessidade de cada quadro. Não há restrição de quantidade, diferente do protocolo da Secretaria de Estado de Saúde (SES), que determina uma quantidade padrão para cada tipo de diabetes.
 

Atualmente a SES repassa verba que corresponde a compra de 3 milhões de tiras por ano. No entanto, a demanda atendida pela SMSA para assistir a necessidade dos pacientes é de 9 milhões por ano. A diferença, no caso, 6 milhões, é assumida pela Prefeitura de Belo Horizonte/SMSA em compra adicional feita com recursos próprios do município.
 

A retirada dos insumos deve ser feita na unidade de referência do paciente, mediante a prescrição médica com validade de 200 dias e especificação do tipo de Diabetes Mellitus (DM). E tanto as receitas da Rede SUS como convênio e/ou particular são aceitas.
 

A distribuição dos insumos é feita conforme protocolo da Rede SUS-BH. A dispensação de tiras de glicemia para pacientes com Diabetes Mellitus tipo 1 e gestantes ocorre aproximadamente a cada 30 dias, assim como a dispensação dos medicamentos para uso crônico. Já a dispensação para pacientes com Diabetes Mellitus tipo 2 ocorre aproximadamente a cada 50 dias.