Pular para o conteúdo principal

Belo Horizonte plantou mais de 17 mil novas árvores em 2022
Foto: Divulgação/PBH

Belo Horizonte plantou mais de 17 mil novas árvores em 2022

criado em 10/01/2023 - atualizado em 11/01/2023 | 17:32

A capital é uma das cidades mais arborizadas do Brasil. A Prefeitura de Belo Horizonte segue investindo para que este cenário seja mantido. Em 2022 foram plantadas 17.400 árvores no município, número bem maior que dos anos anteriores. Em 2021, por exemplo, os plantios totalizaram 16.325 novas árvores, quantidade que também já superava as 15.476 mudas de 2020. 

O resultado foi alcançado graças às políticas de compensação ambiental, que destinam recursos para plantios de novas árvores, reflorestamento de áreas degradadas e recuperação de ecossistemas. Para 2023, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente já destinou cerca de 7 mil plantios a serem concluídos até abril, período em que a Prefeitura, por meio dos vários órgãos envolvidos com a gestão ou a manutenção da arborização da cidade. 

As mudas plantadas são de várias espécies, com um tempo de crescimento que varia de 6 a 10 anos, dependendo da região e local. Elas são destinadas a logradouros públicos, parques e projetos de arborização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente - como Montes Verdes e Agroflorestas Urbanas - e também plantadas sob demanda popular, por meio de solicitação no Portal de Serviços da PBH.

Belo Horizonte conta atualmente com uma taxa de áreas verdes por habitante maior que recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Conforme aponta o Índice de Áreas Protegidas (IAP) - indicador de calcula, em metros quadrados, a quantidade de vegetação disponível por habitantes em um complexo urbano, aumentou 38% apenas no último ano.

De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente, Mário Werneck, a política municipal precisa trabalha para promover um desenvolvimento que equilibre os processos de urbanização com a preservação e extensão dos ecossistemas. “A política de compensação ambiental vem no objetivo de contrabalançar os impactos ambientais ocorridos na nossa sociedade. Ela consiste em devolver a Belo Horizonte a vegetação que os processos de urbanização tiram de nós, resgatando ecossistemas, promovendo uma boa qualidade de vida aos que estão inseridos nesse contexto e, sobretudo, criando formas mais possíveis de coexistência desses elementos dentro de uma cidade”, aponta. 

Com o Plano Diretor de 2019, a política de arborização da cidade foi incrementada e a nova legislação trouxe mudanças na qualificação dos terrenos, aumentando as áreas de proteção ambiental e, consequentemente, restringindo a ocupação de destas áreas. Na normativa vigente, estão previstos o resgate de serviços ambientais, a promoção da biodiversidade e a criação de áreas de conexão ambiental. Estes espaços tornam-se potenciais territórios para a revegetação, que também estão relacionados à política de arborização do município, um outro exito no balanço de 2022.

Além disso, BH conta com a cartilha ilustrativa “Plantio de Árvores”, disponível no site da PBH. O material foi elaborado para orientar o cidadão sobre como solicitar ao município o plantio de árvores em locais públicos (passeios, praças e canteiros) ou como obter a permissão para a execução do serviço. Nela, há um passo a passo para que o cidadão tenha, de maneira didática e ilustrativa, os subsídios necessários para que ele mesmo efetue o plantio e contribua na arborização da cidade. 

Para solicitar um plantio de árvore, basta que o cidadão faça a solicitação diretamente no Portal de Serviços