Pular para o conteúdo principal

Dez integrantes da equipe SADA de vôlei sentado posam para foto.
Foto: Carla Dantes

Belo Horizonte é palco de torneios de vôlei para pessoas com deficiência

01/10/2019 | 21:08 | atualizado em 07/10/2019 | 09:12

Belo Horizonte vai sediar no sábado e no domingo, dias 5 e 6 de outubro, duas competições de voleibol para pessoas com deficiência, a Copa de Voleibol Sentado 2019 e o Desafio Minas x Goiás x São Paulo. Patrocinados pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, os torneios serão realizados pela Federação Mineira de Voleibol no Ginásio do Cruzeiro (rua Guajajaras, 1722, Barro Preto). A entrada é gratuita.

 

A Copa de Voleibol Sentado corresponde a uma etapa da Supercopa Interclubes 2019, torneio nacional que é disputado em sete etapas ao longo da temporada.

 

Com seis clubes na disputa, incluindo a equipe do Sada/AM Paradesportos-PBH, a Copa de Voleibol Sentado será realizada no sábado, dia 5, a partir das 9h, no Barro Preto.

 

Além do time representante de Belo Horizonte, estarão na disputa o SDPD/Barueri, o ADFEGO e as equipes A, B e Feminino do SESI-SP. Conforme o regulamento, todos os participantes vão se enfrentar, com cinco jogos para cada. O título fica com a equipe que somar mais pontos.

 

Já no domingo, das 9h ao meio-dia, será realizado o Desafio Minas x Goiás x São Paulo, uma competição triangular de caráter interestadual que vai reunir o Sada/AM Paradesportos-PBH como representante de Minas Gerais, o ADFEGO (Goiás) e o SDPD/Barueri (São Paulo).

 

 

Investimentos em 2019

Filiada à Federação Mineira de Voleibol (modalidade paradesporto), o Sada/AM Paradesportos-PBH é mantido pela Associação Mineira de Paradesporto com o apoio do Superar, programa desenvolvido pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer.

 

A equipe realiza os treinos três vezes por semana, às terças, quintas e sábados, no ginásio do Centro de Referência para a Pessoa com Deficiência, no bairro Carlos Prates, a maior unidade do Superar.  

 

Os atletas da equipe são homens de 15 a 45 anos, com situação de amputação de uma ou duas pernas, lesões articulares nos joelhos e paralisia cerebral leve. Também há caso de amputação de um braço.

 

Na temporada deste ano, o Sada/AM Paradesportos-PBH recebeu investimentos que viabilizaram uniformes, materiais esportivos e a contratação de treinador e fisioterapeutas especializados para a evolução física e técnica dos atletas.

 

Os recursos financeiros são procedentes do patrocínio da Sada, obtido pela Secretaria Municipal de Esportes e Lazer por meio da elaboração do projeto Vôlei Sem Limites, aprovado pela Lei Estadual de Incentivo ao Esporte.

 

O Superar é um programa da Prefeitura de Belo Horizonte que promove atividades físicas para mais de 900 pessoas com deficiência física, visual, intelectual, auditiva, múltipla e autismo. São oferecidas 16 modalidades esportivas em nove unidades de atendimento.

 

 

Sobre a modalidade

No vôlei sentado, podem competir homens e mulheres com alguma deficiência física ou relacionada à locomoção. São seis jogadores em cada time, divididos por uma rede de altura reduzida e em uma quadra menor que a da versão olímpica da modalidade. No Brasil, a modalidade é administrada pela Confederação Brasileira de Voleibol para Deficientes.


Últimas Notícias

Imagens da entrada dos túneis do Complexo da Lagoinha Prefeitura inicia manutenção rotineira nos túneis do Complexo da Lagoinha

De acordo com a BHTrans, neste primeiro momento a interdição do tráfego acontecerá somente na pista busway, sentido centro-bairro.

06/07/2020 | 16:49
Informativo sobre o Coronavírus em Belo Horizonte Prefeitura define diretrizes para contratação de leitos em hospitais privados

O processo de adesão será por meio de chamada pública para seleção simplificada, destinada a hospitais que preencham os critérios definidos.

02/07/2020 | 19:12