Pular para o conteúdo principal

Imagem da sede da Prefeitura de Belo Horizonte
Foto: Divulgação PBH

Auditorias internas geram economia de R$ 64 milhões aos cofres da Prefeitura

05/08/2020 | 16:24 | atualizado em 05/08/2020 | 16:24

 A Controladoria-Geral do Município, por meio da Subcontroladoria de Auditoria, gerou uma economia efetiva de R$ 64,1 milhões ao erário, como resultado de auditorias internas executadas e monitoradas em 2019. O resultado decorre da implementação, pelos gestores públicos, das orientações e recomendações emitidas pelo Órgão.

Medidas como a interrupção do pagamento de vantagens indevidas; ressarcimento de valores pagos indevidamente; estornos; arrecadação de multa legal; dentre outros, permitiram que fossem evitados gastos de aproximadamente R$ 63 milhões, além da recuperação de mais de R$ 1 milhão.

Além do resultado financeiro, as auditorias internas conduzidas pela SUAUDI também  geraram expressivos impactos positivos na gestão. Ao longo de 2019, auditorias de natureza contábil possibilitaram o aperfeiçoamento de registros administrativos e contábeis e o aperfeiçoamento da transparência, resultantes da regularização de pendências e de alterações no formato de publicação de demonstrativos de gestão fiscal e de outras informações no Portal da Transparência da PBH. 

Os apontamentos da SUAUDI também auxiliaram diversos Órgãos e Entidades a alcançarem a conformidade e melhoria de seus processos de trabalho, aprimorarem seus atos normativos e a aperfeiçoarem controles relacionados ao processamento da folha de pagamento, fiscalização e gestão contratual, controle de estoques, gestão e desenvolvimento de pessoas, dentre outros. A SUAUDI também esteve presente em sorteios e processos seletivos, atuando na verificação da lisura dos procedimentos adotados e sugerindo melhorias para processos futuros.

O registro e a contabilização de benefícios das ações de controle interno na Subcontroladoria de Auditoria são regidos pela sistemática estabelecida na Portaria CTGM 022/2018 e objetivam evidenciar como a atividade de auditoria interna agrega valor à gestão pública municipal e auxilia na melhoria das operações da Prefeitura de Belo Horizonte.