Pular para o conteúdo principal

Arquivo Público de BH recebe doação de acervo da Sociedade Amigas da Cultura
Foto: Ricardo Laf

Arquivo Público de BH recebe doação de acervo da Sociedade Amigas da Cultura

criado em 01/10/2021 - atualizado em 01/10/2021 | 17:46

A Secretaria Municipal de Cultura e a Fundação Municipal de Cultura receberam nesta sexta-feira, dia 1º, doação de 32 caixas de arquivos, contendo documentos textuais, álbuns de fotografias, entre outros materiais produzidos pela Sociedade Amigas da Cultura - entidade pioneira em Minas Gerais no trabalho de promoção e incentivo das artes e de preservação do patrimônio artístico e cultural mineiro. 

 

O acervo doado abrange o período de 1953 a 2013, e foi entregue diretamente pela representante da Sociedade Amigas da Cultura, Priscila Freire, à secretária Municipal de Cultura e presidenta interina da Fundação Municipal de Cultura, Fabíola Moulin, na sede ao Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte, no bairro Floresta, região Leste da capital. 

 

“Aos 88 anos e ainda atuante, Priscila Freire pode ser chamada de um ícone da cultura em Belo Horizonte. Atriz, museóloga, colecionadora, pesquisadora, apoiadora da cultura e líder da Sociedade das Amigas da Cultura, gestora pública, Priscila é antes de tudo uma apaixonada pelas artes e uma batalhadora incansável pela divulgação e preservação das mais variadas produções artísticas, das eruditas às populares. O acervo por ela adquirido ao longo das décadas vem sendo todo doado a instituições públicas. Uma mulher admirável, que tanto contribuiu e contribui para nossa cultura”, afirma Fabíola Moulin. 

 

Entre os itens recebidos pelo APCBH, destacam-se os Livros de Atas das reuniões da Sociedade, que contêm as principais decisões relativas às atividades desenvolvidas pela entidade. Fabíola Moulin destaca ainda a importância da doação para a preservação da memória da cidade.  

 

“Recebemos hoje um acervo produzido por uma associação particular, não ligada ao poder público, que traz em seu conteúdo um amplo recorte do incentivo cultural da história da cidade. Ele retrata um grande período de atividades culturais, desde o início da fundação da Sociedade Amigas da Cultura, com registros importantes da produção de eventos, cursos e oficinas culturais, além de fomento cultural na cidade, durante o período de atividades da entidade”, explica. 

 

A Sociedade Amigas da Cultura é reconhecida pela sua contribuição histórica na promoção cultural da cidade, com atuação direta e indireta na descoberta e formação de novos valores artísticos em Belo Horizonte. Também se destacou pela concessão de bolsas de estudo, apoio financeiro e realização de eventos promocionais de artistas, além do seu papel de financiadora e apoiadora de eventos culturais – principalmente antes do surgimento das Leis de Incentivo à Cultura. 

 

30 anos do Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte 

 

O Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte (APCBH) celebra neste ano três décadas exercendo um papel fundamental na preservação da memória da capital. O equipamento cultural reabriu ao público a sala de consultas, com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, mediante agendamento prévio pelo e-mail apcbh@pbh.gov.br, como medida de controle e prevenção à Covid-19. Nesse primeiro momento, estão sendo disponibilizadas duas vagas para consulentes no horário da manhã e duas no horário da tarde. 

 

O APCBH é o órgão da Prefeitura responsável pela gestão, guarda, preservação e acesso aos documentos produzidos ou recebidos pelo poder executivo municipal. Criada em 1991, a instituição cuida também de parte do acervo da Câmara Municipal de Belo Horizonte e de documentos privados de interesse da população belo-horizontina. No APCBH encontram-se documentos textuais, revistas, mapas, plantas, projetos arquitetônicos, cartazes, fotografias, filmes, registros sonoros, dentre outros. Em sua sede, há também uma biblioteca voltada para a história da cidade.