Pular para o conteúdo principal

Enfermeira demonstra técnica de massagem cardíaca para os ACS.
Foto: Divulgação PBH

Agentes de Saúde na Pampulha participam de treinamento

09/10/2017 | 16:51 | atualizado em 10/10/2017 | 12:33

Com o objetivo de qualificar profissionais da saúde para as novas demandas e processos de trabalho implantados na Secretaria Municipal de Saúde/ SUS-BH e reforçar seu papel como cidadão e trabalhador, a Diretoria Regional de Saúde Pampulha está realizando, este ano, uma  ampla capacitação para os Agentes Comunitários de Saúde e enfermeiros que atuam nas unidades da Pampulha.

 

O curso tem carga horária de 56 horas e será ministrado ao longo de 4 meses. Inicialmente, estão participando 77 profissionais dos centros de saúde Confisco, Santa Terezinha, Padre Tiago, São José e Jardim Alvorada. Os profissionais dos demais centros de saúde da Pampulha serão capacitados posteriormente.

 

Os conteúdos trabalhados são: Processo de trabalho em saúde e do Agente Comunitário de Saúde; Processo de Saúde/Doença e indicadores de saúde; Promoção da saúde; Populações de maior vulnerabilidade sócio-sanitária SUS/BH: manejo sócio assistencial; Ações de controle da Hanseníase e Tuberculose; Noções básicas de saúde Bucal na Estratégia de Saúde da Família; Abordagem breve sobre tabagismo; Saúde mental; Sensibilização de saúde sexual e reprodutiva; Vigilância em saúde da mulher e da criança menor que um ano; Atendimento ao público: gentileza gera gentileza; Noções básicas de primeiros socorros e Abordagem sobre o cadastro com e sem vinculação familiar.

 

As atividades foram ministradas pelos enfermeiros Igor Rezende Gomes (C.S. Confisco), Telma Andrade Silva Pinheiro (C.S. Santa Terezinha), Patrícia Viotti Correa (C.S. Padre Tiago), Márcia Bernardino Magalhães (C.S. São José) e Grazielle Neves Soares Fonseca (C.S. Jardim Alvorada), com a supervisão e acompanhamento das enfermeiras Raquel Bonifácio de Araújo e Silvânia Beatriz de Souza Gomes da Diretoria Regional de Saúde Pampulha, e da assistente social do Núcleo de Educação Permanente-Pampulha, Selma Maria Nonato.

 

Processos de trabalho

Enfermeira no C.S. São José, Márcia Bernardino Magalhães ministrou sobre o Processo de Trabalho em Saúde e considera que a equipe assimilou o conteúdo sem dificuldades. “Toda vez que se discute os processos de trabalho, as pessoas repensam a sua forma de trabalhar. Os  feedbacks no final de cada encontro têm sido muito positivos. Por isso espero que haja mudança na forma de atuar de cada um”, afirmou. 

 

A iniciativa da capacitação foi da Gerência de Educação em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde e pretende incluir pelo menos um enfermeiro de cada centro de saúde participe dessa capacitação. A Referência Técnica da Diretoria Regional de Saúde Pampulha, Raquel Tatiana Bonifácio de Araújo, considera que a capacitação vai causar mudanças positivas: “Penso que, inicialmente, haverá um novo olhar e um fazer crítico das atividades próprias dos ACS”, disse.

 

Diretora Regional de Saúde na Pampulha, Elisane Rodrigues explicou que essa estratégia tem fomentado a discussão do trabalho do ACS, sua interlocução com os demais integrantes da equipe de saúde da família, o que certamente qualificará o trabalho em equipe pautado nas necessidades das comunidades. “Na Pampulha a capacitação, que vem acontecendo em todas as Regionais, terá um diferencial. Haverá um módulo específico sobre o papel do ACS na abordagem das situações de violência. Uma discussão muito relevante e necessária na atualidade”, ressaltou.

 

Agentes comunitários de saúde participam da capacitação.
Agentes comunitários de saúde participam da capacitação.
Sete agentes comunitários de saúde participam da discussão em grupo.
Sete agentes comunitários de saúde participam da discussão em grupo.