Pular para o conteúdo principal

participantes assistem o Seminário Global na Áustria
Divulgação/PBH

Urbel leva experiência do Vila Viva para Seminário Global na Áustria

26/10/2018 | 18:33 | atualizado em 26/10/2018 | 18:33

A experiência do programa Vila Viva e do Orçamento Participativo (OP) desenvolvida na Prefeitura de Belo Horizonte foi apresentada no Seminário Global de Salzburgo ‘Construindo Comunidades Saudáveis ​​e Equitativas - O Papel do Desenvolvimento Urbano Inclusivo e do Investimento’. O evento reuniu 60 profissionais da área da saúde e de planejamento urbano de 15 países diferentes em Salzburg, na Áustria, com o objetivo de semear abordagens inovadoras por meio do intercâmbio internacional e compartilhar boas práticas, além de desenvolver redes de colaborações contínuas entre os participantes e as instituições por eles representadas. No evento, que ocorreu entre os dias 11 e 16/10, a coordenadora de Captação de Recursos da


Urbel, Junia Naves, abordou as práticas, os desafios e questões relacionadas à participação comunitária no Vila Viva e no OP. “Foi muito interessante perceber o interesse dos participantes pelo nosso trabalho. Apresentei uma síntese dos programas e pontuei exemplos de práticas de envolvimento de comunidades adotadas em Belo Horizonte, além dos desafios que precisam ser enfrentados, como a dificuldade da participação ou a participação reduzida”, entre outros.


Outra participante de Belo Horizonte no Seminário foi a professora de Epidemiologia e Saúde Pública da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e integrante da equipe do Observatório para a Saúde Urbana de Belo Horizonte (OSUBH), Waleska Teixeira Caiaffa. Em sua apresentação, a professora também abordou o Vila Viva, fazendo uma avaliação do programa no Aglomerado da Serra e ressaltando a melhoria da saúde e da qualidade de vida da população a partir das intervenções realizadas no local.