Pular para o conteúdo principal

Voluntária sentada em um banco de praça
Foto: Divulgação PBH

Urbel capacita voluntários para atuação durante o período chuvoso

18/02/2020 | 11:31 | atualizado em 19/02/2020 | 17:15

 

Além de mobilizar as equipes para atender a intensa demanda de vistorias em áreas de risco geológico em função das fortes chuvas que atingiram a Capital, a Companhia Urbanizadora e de Habitação de Belo Horizonte (Urbel) está capacitando novos voluntários dos Núcleos de Defesa Civil.

 

Moradores de vilas, favelas e assentamentos irregulares da cidade são um elo importante entre o poder público e a comunidade no papel de alertar, monitorar e orientar as famílias, participando de vistorias, indicando obras, multiplicando informações e auxiliando em situações de emergência.

 

No último dia 12 foi realizada a capacitação do Núcleo de Defesa Civil Novo Lajedo, na Regional Norte, onde os moradores solicitaram mais de 100 vistorias desde 23 de janeiro. A supervisora de Gestão Comunitária da Urbel, Alice Uzêda, ressaltou a importância de dar continuidade ao trabalho desenvolvido com todos os Núcleos e intensificar as ações nos locais considerados mais críticos.

 

“Sabemos que o Novo Lajedo é uma das regiões que apresentam muitas áreas com situação de risco geológico. É uma comunidade que demanda a formação de lideranças com conhecimento suficiente para auxiliar os moradores, seguindo a lógica do Nudec de incentivar a autoproteção”, explicou.

 

Como o Plano Diretor do Município transformou o Novo Lajedo em Zona Especial de Interesse Social (Zeis) em 2019, as ações do Programa Estrutural em Áreas de Risco (Pear) passam a ser desenvolvidas na comunidade. O Pear atua há 25 anos em vilas e favelas com objetivo de evitar acidentes graves e preservar vidas, protegendo as famílias que residem em áreas de risco geológico e inundação.

 

Durante o encontro com os voluntários do Núcleo, o Pear foi apresentado pela equipe da Urbel para que os participantes se familiarizassem com o programa, que será a referência para todo o trabalho realizado no local. O líder comunitário João Elias Amorim, que mora no Novo Lajedo há sete anos, defende a participação dos Núcleos e o envolvimento da comunidade em busca de melhorias e segurança.

 

“Hoje nós temos direitos e um amparo que a gente não tinha antes, e muita coisa desse Programa atende a gente aqui. É importante comparecer às reuniões e a todas as outras atividades que virão. Essa mobilização da Prefeitura com a comunidade vai trazer credibilidade e mais confiança para as pessoas. A gente precisava muito disso aqui”, concluiu.

 

Atualmente existem 55 Núcleos de Defesa Civil em Belo Horizonte, formados por cerca de 500 voluntários. Nos últimos três anos, a Prefeitura conseguiu ampliar essa parceria com a criação dos núcleos Novo Lajedo, Engenho Nogueira, Jardim Getsêmani e Sustenido, além das ocupações Vitória, São Lucas, Dandara e Maria Tereza. Nos próximos meses, todos eles passarão por capacitações.

 

 

18/02/20 . Urbel capacita voluntários do Nudec durante o período chuvoso


Últimas Notícias

Informativo sobre o Cornavírus em Belo Horizonte Prefeitura cadastra e divulga eventos on-line em tempos de Coronavírus

Os interessados em cadastrar eventos devem enviar as devidas informações e imagens de divulgação para agenda.belotur@pbh.gov.br.

27/03/2020 | 08:57
Informativo sobre o Cornavírus em Belo Horizonte Vacinação na Araujo será por distribuição de senhas nas drogarias

A marcação, que estava sendo feita por meio do site da Araujo, foi alterada devido à alta procura.

26/03/2020 | 18:00