Pular para o conteúdo principal

Duas garotas de times diferentes jogam futebol em campo; à direita, a bola está no ar.
Foto: Divulgação PBH

Tupinambás conquista o módulo Feminino Sub-17 da Copa Centenário

01/07/2019 | 21:43 | atualizado em 01/07/2019 | 21:46

Com um gol marcado pela atacante Laryssa Gabrielly aos 16 minutos do primeiro tempo, o Tupinambás derrotou o Prointer por 1 a 0 e conquistou o título do módulo Feminino Sub-17 da Copa Centenário de Futebol Amador Wadson Lima 2019, no domingo, dia 30 de junho, no Campo do Baleião, no bairro Vila Fazendinha/Serra, em Belo Horizonte. Disputada em oito categorias, a Copa Centenário é realizada pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer. Ainda no primeiro semestre serão conhecidos os campeões de mais dois módulos, o Infantil e o Juvenil.

 

A decisão do Feminino Sub-17 foi uma reedição da final do ano passado, também vencida pelo Tupinambás. Além do bicampeonato assegurado de forma invicta, o time do bairro Horto, região Leste, teve a artilheira da competição, Jennifer Kelle, com seis gols. Já ao vice Prointer, da Barragem Santa Lúcia, região Centro-Sul, coube o prêmio individual de goleira menos vazada à Sofia, com apenas dois gols sofridos.

 

Na campanha do campeão Tupinambás, quatro vitórias em quatro jogos, com direito a duas goleadas por 6 a 1, sobre União Fontes e Pena de Ouro, e dois triunfos por 1 a 0 sobre o rival Prointer. Foram 14 gols a favor e dois contra.

 

O módulo Feminino Sub-17 foi criado pela Prefeitura de Belo Horizonte em 2018, com o intuito de fomentar o futebol feminino na capital.

 

 

Oito módulos

Os jogos da Copa Centenário são realizados nos campos de várzea municipais de Belo Horizonte.  A competição é disputada em oito módulos: Infantil, Juvenil, Feminino Sub-17, Adulto (A, B e C), Master e Adulto Feminino. A disputa dos módulos adultos da competição será no segundo semestre deste ano, a partir de julho.

 

Um dos principais torneios amadores do Brasil, a Copa Centenário tem o objetivo de fortalecer as associações esportivas amadoras na cidade, reafirmando o papel delas no processo de inclusão social de seus praticantes, além de ofertar momentos de lazer às comunidades e proporcionar melhoria na qualidade de vida da população.