Pular para o conteúdo principal

Foto de Maurício Tizumba.
Foto: Patrick Harley

Teatro Marília recebe show de Maurício Tizumba com entrada gratuita

17/10/2019 | 21:01 | atualizado em 21/10/2019 | 10:00

O Teatro Marília recebe nos dias 18 e 19 de outubro, sexta e sábado, às 20h, o show “Chico Rei Galanga”, mais recente trabalho de Maurício Tizumba. Com sonoridade que remete às mais profundas raízes musicais afro-brasileiras, sobretudo a do congado mineiro, as músicas são uma homenagem ao rei africano escravizado no Brasil e convertido em herói ao comprar a própria liberdade, adquirir riqueza e libertar centenas de outros escravos. O espetáculo é realizado com recursos do Edital Cena Plural. A entrada é gratuita e os ingressos serão distribuídos uma hora antes das sessões.

 

O disco homônimo do artista, que foi gravado e lançado em 2015, traz 11 faixas, todas compostas por Paulo César Pinheiro, um dos mais consagrados compositores brasileiros, sendo três delas fruto da parceria de longa data com o cantor, violonista e produtor musical Sérgio Santos e duas com o próprio Tizumba. O álbum foi premiado pelo Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-Brasileiras.

 

A narrativa sonora, fruto de extensa pesquisa empreendida por Paulo César, foi criada originalmente para a peça homônima escrita por ele, dirigida por João das Neves e protagonizada por Tizumba. “O povo negro foi vitorioso também, não apenas sofredor. Precisamos contar as histórias desses heróis que a história oficial tenta sempre apagar. Contar a história de Galanga, a história invisibilizada de um herói negro vencedor, é também um ato de resistência política e cultural”, diz Tizumba.

 

A partir do texto, do roteiro da peça e dos arranjos do disco, Tizumba montou um espetáculo, em formato reduzido. Na peça, ele apresenta a coroação de um rei do Congo, com cantos, danças, levantamento de mastros e muita música, mesclando cultos católicos com africanos. Estes rituais são dedicados à protetora tradicional dos negros no Brasil, Nossa Senhora do Rosário, e vários santos negros, especialmente São Benedito e Santa Efigênia. Mais que a história de Chico, "Galanga, Chico Rei" revê a história tradicional do País e da cultura sob o prisma da identidade afro-brasileira.

 

 

Chico Rei Galanga – Maurício Tizumba

Classificação: livre
Dias 18 e 19 de outubro | sexta-feira e sábado | às 20h
Teatro Marília - Avenida Prof. Alfredo Balena, 586 – Santa Efigênia
ENTRADA GRATUITA
Informações para o público: (31) 3277- 4697


Últimas Notícias

Homem, de pé, inclinado sobre tronco de árvore muito grande e antiga retirado da rua, durante o dia. Prefeitura investe em monitoramento de árvores da capital

A PBH prevê um investimento de R$ 15 milhões na poda e supressão de árvores condenadas ou que possam representar riscos de danos.

05/12/2019 | 11:15
Dois homens, ladoa lado, abraçados, vestidos de palhaços, com o rosto branco e roupas medievais. Belo Horizonte ganha Circuito Municipal de Cultura

Realizado por meio de parceria da PBH com o CIRC, circuito visa elevar e dar visibilidade ao potencial cultural de Belo Horizonte. 

04/12/2019 | 15:46