Pular para o conteúdo principal

Teatro Francisco Nunes recebe estreia de espetáculo do Grupo Trampulim
Foto: Tiago Mafra, montagem Leonardo Avelar

Teatro Francisco Nunes recebe estreia de espetáculo do Grupo Trampulim

criado em 07/11/2022 - atualizado em 07/11/2022 | 15:28

O Teatro Francisco Nunes recebe a partir deste final de semana o espetáculo “Partida”, do Grupo Trampulim. A montagem inédita aborda a relação entre uma palhaça e a própria artista que lhe dá vida. O espetáculo foi selecionado por meio do Edital Novas Dramaturgias em Cena, iniciativa inédita promovida pela Prefeitura de Belo Horizonte com o objetivo de fomentar a cena teatral da cidade. As apresentações acontecem nos dias 12, 13, 17, 18, 19, 20, 25, 26, 27 e 30 de novembro, e 1º e 3 de dezembro, quarta-feira a sábado, às 20h, domingos, às 19h. Os ingressos variam entre R$ 7,50 (meia) e R$ 15 (inteira) e podem ser adquiridos no site ou na bilheteria do teatro duas horas antes das apresentações. A programação completa dos teatros municipais pode ser acessada no Portal Belo Horizonte.

 

O Edital Novas Dramaturgias em Cena, lançado pela primeira vez este ano, selecionou dois projetos de montagem teatral para estreia e temporada em dois dos teatros públicos municipais, sendo um para o Teatro Marília, na categoria “teatro para infâncias”, e outro para o Teatro Francisco Nunes, na categoria “teatro adulto”. Com o edital, a Prefeitura fomenta o fazer teatral nos dois teatros públicos registrados como patrimônio imaterial de Belo Horizonte, por meio do incentivo à criação teatral e do estímulo ao intercâmbio de conhecimento técnico e artístico entre artistas de diferentes segmentos e formações.

 

A proposta do Grupo Trampulim foi selecionada na categoria “adulto” e recebeu R$50 mil para a montagem do espetáculo e realização das 12 apresentações no Teatro Francisco Nunes. Na categoria “infantil”, o Grupo Oriundo de Teatro foi selecionado e produziu o espetáculo “Fumanchu e Dorival – Uma Dupla Especial”. Por meio de uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação - SMED, foram realizadas 11 apresentações gratuitas para as escolas públicas municipais, além de uma apresentação no Teatro Marília para o público em geral.

 

“Essa iniciativa inédita da Fundação Municipal de Cultura e da Secretaria Municipal de Cultura é mais uma ação fruto da escuta e diálogo com artistas, grupos e coletivos da cidade, desta vez, voltada para o teatro e seus trabalhadores. O fomento dessa expressão artística também reafirma o compromisso da Prefeitura de Belo Horizonte com a salvaguarda do teatro, patrimônio imaterial de Belo Horizonte”, afirma Paula Senna, diretora de Promoção das Artes da Fundação Municipal de Cultura.

 

"Partida”

O espetáculo aborda a relação da palhaça Benedita Jacarandá com a sua criadora, a artista Adriana Morales. A dramaturgia traz questionamentos existenciais dessa relação, em que o que acontece na vida da artista torna-se matéria prima para a palhaça criar suas cenas. Melhor ainda dizendo, a matéria prima que dá vida à palhaça é a própria artista. As experiências vividas na pele por Adriana são transformadas e ressignificadas pela palhaça em cena. A direção artística é de Tiago Mafra.
 

Adriana Morales é palhaça, diretora e pesquisadora da comicidade, desde 1998. Como diretora do Grupo Trampulim, montou 18 espetáculos, circulou por todo Brasil, além de uma turnê pelo Canadá. É coordenadora do núcleo de pesquisa “Palhaçaria: percurso afetado”, que investiga a linguagem da palhaçaria através de encontros, mostras e oficinas, “O Jogo do Palhaço”, entre outras ações de formação artísticas.  Assinou a direção artística de espetáculos como “Cabaré das Divinas Tetas” e também de companhias, entre as quais a CIA Circunstância e a Banda Sagrada Profana.