Pular para o conteúdo principal

 SLU promove webinar sobre agroecologia e compostagem
Foto: PBH/Divulgação

SLU promove webinar sobre agroecologia e compostagem

04/06/2021 | 14:17 | atualizado em 04/06/2021 | 21:15

A Superintendência de Limpeza Urbana (SLU), em comemoração à Semana do Meio Ambiente, promove no dia 9, de 19h às 21h, o Iº Webinário - Diálogos no Cemar. O evento on-line objetiva ampliar a divulgação e informação sobre o Centro Municipal em Agroecologia e Educação Ambiental para Resíduos Orgânicos (CEMAR), além de promover uma reflexão sobre as questões ambientais, como o consumo, a geração de resíduos orgânicos, a compostagem e a agroecologia. 

 

Os painéis que serão debatidos são: “Dia Mundial do Meio Ambiente: os desafios e as lutas do momento atual e o papel do Cemar em Belo Horizonte”, “Compostagem doméstica”, “O que é uma Agrofloresta” e “O espaço do Cemar”, com a exibição de um vídeo produzido pela comunidade. Os palestrantes serão Gláucia Moreira (SLU), Edglênia Lopes Nascimento (Subsecretaria de Segurança Alimentar e Nutricional) e Dany Silvio Amaral (Secretaria Municipal de Meio Ambiente). 

 

No mesmo dia, a SLU também vai implantar um conjunto de contêineres, para que a comunidade do entorno possa destinar seus resíduos recicláveis. Será feita uma campanha de mobilização da vizinhança para divulgar a iniciativa. 

 

O Centro Municipal em Agroecologia e Educação Ambiental para Resíduos Orgânicos (Cemar), uma parceria da SLU e das secretarias municipais de Meio Ambiente e de Segurança Alimentar e Nutricional, ocupa a área onde funcionou uma estação de reciclagem de entulho da SLU. Com a desativação da estação em 2013, o local estava degradado, com erosões, e incomodava muito os moradores da região. 

 

A recuperação do terreno foi iniciada em 2018 pela Prefeitura, com o objetivo de transformar o local em um novo espaço de convivência para a comunidade. Desde então, a Prefeitura está implantando no local um moderno centro de promoção à agroecologia, agricultura urbana e educação ambiental para limpeza urbana. 

 

A recuperação do terreno já foi feita pela Prefeitura. A pista de caminhada também já está pronta e o local já recebeu o plantio de diversas mudas de plantas e árvores frutíferas. Já foram colhidos no espaço mandioca, abóbora e milho. Outra atividade já disponível são os mutirões de manejo da agrofloresta, realizados com moradores da comunidade, aos sábados, de 9h às 12h. 

 

Uma estufa, viveiro de mudas e plantas medicinais, horta comunitária e sistemas de agroflorestas estão sendo implantados no Cemar. Serão produzidos alimentos, sementes e insumos que poderão ser usados em outras hortas da cidade. Também está previsto um jardim sensorial, formado por plantas com características que despertam outros sentidos além do paladar, como o tato e o olfato. O jardim terá uma proposta inclusiva, com os canteiros mais altos, para facilitar o acesso aos cadeirantes. O Centro abrigará também um projeto educativo, focado nas boas práticas relacionadas à alimentação e aos resíduos orgânicos. 

 

Interessados em se inscrever no webinar devem enviar um e-mail para [email protected]