Pular para o conteúdo principal

Dois instru
Foto: Divulgação PBH

Servidores da Regional Leste do Projeto “Vida Saudável”

23/02/2018 | 12:30 | atualizado em 05/03/2018 | 08:41

No dia 22 de fevereiro, o Programa Movimenta PBH, desenvolvido pela Gerência de Gestão do Desenvolvimento da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, levou para a Coordenadoria de Atendimento Regional Leste o projeto “Vida Saudável”. A atividade, que ocorrerá em seis encontros a cada 15 dias, trará aos servidores inscritos dicas e orientações sobre como realizar uma alimentação adequada e saudável. O próximo encontro será no dia 9 de abril, às 14h, no auditório da Coordenadoria de Atendimento Regional Leste, no bairro Floresta.

 

No primeiro encontro, a nutricionista da Unimed, Ana Paula Lourenço, destacou a importância de se ter uma alimentação consciente, explicando ao grupo a diferença entre fome e vontade de comer e o valor de um café da manhã balanceado. “O desjejum abaixa o cortisol, hormônio que gera o estresse, e contribui para a manutenção da demanda nutricional de nosso corpo”, afirma.

 

Ana Paula também falou sobre os malefícios do consumo de alimentos processados, ressaltando que a escolha deve ser sempre que possível por alimentos naturais. “Quanto maior o tempo que o produto fica na prateleira, menor é a quantidade de nutrientes contidos nele”, garante.

 

Para a estagiária do Gabinete da Coordenadoria Leste, Andresa Emanuele Miranda, a atividade vai ajudá-la a melhorar seus hábitos. “Agora vou passar a tomar café da manhã e tentar mudar minha alimentação. Vou chegar em casa e passar todas as informações pra minha mãe. Não quero ter problemas com minha saúde no futuro”, diz.

 

Já segundo Luciana Albuquerque, da Equipe de Proteção Social Básica da Diretoria de Assistência Social da Leste, os encontros serão um estímulo para a conquista de uma alimentação saudável. “Não tenho uma boa alimentação. Esta será uma nova tentativa de mudar isso. Acho que os grupos ajudam a nos estimular para a mudança”.   

 

De acordo com a nutricionista, mudança de hábitos sempre demanda esforço e persistência. “Mudar hábito dá trabalho, mas vale a pena tentar. Pense no custo-benefício para sua vida. Comece aos poucos que o paladar vai se adaptando. Por isso, formar um bom hábito desde criança é mais fácil”, recomenda Ana Paula.