Pular para o conteúdo principal

Qualificação pretende melhorar atendimento a imigrantes

22/06/2017 | 17:43 | atualizado em 03/07/2017 | 09:29

Com o objetivo de qualificar servidores públicos municipais para um atendimento mais adequado e humanizado aos imigrantes residentes na capital, a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Informação (SMPL), em parceria com a Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG), dará início a formação de técnicos em diretos sociais dos imigrantes internacionais com a realização de um ciclo de palestras.
 

Segundo os organizadores, a proposta surgiu após pesquisas realizadas pelo Grupo Interdisciplinar de Pesquisa e Extensão Direitos Sociais e Migração (GIPE-DSM) da PUC-MG apontarem a necessidade de se trabalhar o tema com os profissionais que lidam diretamente com esse público.
 

O primeiro evento acontecerá amanhã, sexta-feira, dia 23, das 13h às 17h, no Auditório Juscelino Kubitschek da SMPL (Avenida Augusto de Lima, 30, 4º andar – Centro) e trabalhará com o tema “Conceitos sobre Mobilidade Urbana e Migração Internacional”.
 

A palestra será ministrada pelos professores Duval Magalhães Fernandes e Maria da Consolação Gomes de Castro, integrantes do GIPE-DSM e do Grupo de Estudos Distribuição Espacial da População/Programa de Pós-graduação em Geografia/Instituto de Ciências Humanas (GEDEP), ambos da PUC Minas e vinculados ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
 

A próxima palestra será no dia 30, sobre “Direitos Humanos, Refúgio e Apatridia”. Em sequência, com data ainda a ser definida, acontecerão os encontros que tratarão sobre “Política Migratória e Direitos Sociais” e “Principais Fluxos Migratórios Mundiais e Tráfico de Pessoas”.
 

As turmas, de 70 participantes cada, são formadas por servidores das secretarias de Saúde, Políticas Sociais, Educação, Desenvolvimento, e Adjunta de Relações Internacionais. Todos receberão certificado de participação.