Pular para o conteúdo principal

Projeto Conexão Aberta vai doar 35 computadores recondicionados para escola

14/06/2018 | 17:40 | atualizado em 18/06/2018 | 09:36

A carreta do projeto Conexão Aberta chega, no próximo sábado, dia 16, ao bairro Caetano Furquim, região Leste de Belo Horizonte. O equipamento será instalado na porta da Escola Municipal Wladimir de Paula Gomes (rua Uarira, 350, b. Caetano Furquim) e a previsão é que fique no local até o início do próximo mês.
 

Ainda neste sábado, será assinado um termo para doação de 35 computadores recondicionados pela Empresa de Informática e Informação do Município de Belo Horizonte (Prodabel). Os novos equipamentos vão atender a escola e a própria comunidade, já que o local funciona também nos fins de semana, dentro do programa Escola Aberta. Esta é a segunda etapa da atividade, promovida pela Prodabel em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SMED).
 

Na carreta, que está equipada com computadores e impressoras, os alunos da própria escola, funcionários e moradores da região poderão contar com diversos cursos de capacitação, além de atividades e serviços, como acesso gratuito à Internet, pagamento e impressão de segunda via de contas, emissão de currículos, acesso a e-mails e redes sociais, entre outros.
 

A chamada Unidade de Telecentro Móvel é considerada uma importante ferramenta de inclusão não apenas digital, mas também social, uma vez que leva oportunidade e conhecimento para pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade.
 

"A carreta não é somente uma sala de aula equipada com computadores. Ela representa a oportunidade de acesso às novas tecnologias para muitos cidadãos que, em muitos casos, não possuem internet e computador, por exemplo”, afirmou Adriano Ventura, Diretor de Inclusão Social da Prodabel. Ele destacou ainda que por onde o Telecentro móvel passou o retorno tem emocionado a equipe. “São muitas histórias de pessoas que, independente da idade ou condição social, acabaram se encantando com o mundo digital e puderam abrir portas de suas próprias vidas".
 

Para Marcelle Azzi, coordenadora do programa Escola Integrada, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação, a aceitação do público é um sinal que o trabalho está no caminho certo. “O Conexão Aberta é um projeto de muito sucesso, principalmente porque possui uma relação direta com professores, alunos e a comunidade de maneira geral, fator que prezamos muito. Além disso, temos a parceria com a Prodabel e diversos programas da própria Secretaria Municipal de Educação, como o Escola Aberta e o Escola Integrada. As pessoas se sentem verdadeiramente envolvidas com o programa”, disse. Ela faz questão de destacar ainda a cerimônia de abertura, como a que será realizada no próximo sábado. “É o momento em que é estabelecida a conexão entre a carreta e a comunidade. É como se equipamento desse as boas-vindas para os moradores e recebesse a mesma mensagem de volta”.
 

Esta será a segunda etapa da atividade em 2018. Na primeira, realizada na Escola Municipal Carlos Lacerda, no bairro Ipiranga, cerca de 1,1 mil pessoas passaram pelo local. Inclusive, na oportunidade, a carreta começou a ganhar uma nova pintura, feita por monitores de Educação da SMED.
 

De acordo com o cronograma estabelecido pela organização, até o fim do ano o veículo passará pelas nove regionais de Belo Horizonte. O objetivo é superar a marca alcançada no ano passado, quando mais de cinco mil pessoas utilizaram os serviços disponíveis.

Ouça este conteúdo

Últimas Notícias

Caixas de frutas e legumes, como tomate, abobrinha e melancia, empinhadas. Prefeitura amplia Banco de Alimentos e mais instituições serão beneficiadas 

Instituições socioassistenciais interessadas em receber doações do Banco de Alimentos estão sendo cadastradas pela PBH.

17/06/2019 | 20:19
Mais de quarenta pessoas em fila do Teatro Marília, à noite Prefeitura de Belo Horizonte retoma projeto “Terça da Dança” no Teatro Marília

O projeto será realizado todas as terças de junho e julho, oferecendo espetáculos, intervenções e instalações artísticas de dança.

17/06/2019 | 18:57