Pular para o conteúdo principal

Onze idosos cadeirantes em círculo e de mãos dadas com um instrutor.
Foto: Vilma Tomaz/PBH

Programa Vida Ativa alegra a rotina dos idosos residentes em instituições

12/02/2019 | 16:00 | atualizado em 12/02/2019 | 16:00
A prática de atividade física faz parte da rotina semanal dos residentes de quatro Instituições de Longa Permanência para Idosos da capital. A ação é realizada por técnicos de educação física do Vida Ativa, programa desenvolvido pela Prefeitura de Belo Horizonte por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer.

 

“O Vida Ativa cuida do corpo e da mente de idosos uma vez que os exercícios são realizados com recreações, carinho e em conformidade com as limitações físicas e intelectual delas”, explica Alexandrina Celeste Vieira Silva, supervisora de projetos da Casa Santa Zita (rua Alagoas, no bairro Funcionários), região Centro-Sul de Belo Horizonte. 

 

A supervisora relata que o dia de atividades é um dos mais animados da semana para as idosas, uma vez que elas saem da rotina com alongamentos, músicas e brincadeiras. Uma das alunas mais participativa das aulas é Maria Geralda Fernandes, que vai completar 104 anos de idade em maio. “Consigo realizar tudo que o professor manda”, diz, com orgulho.  

 

Outra aluna que vai completar 100 anos em quatro meses é Euvira Silva de Figueiredo. “Eu faço os exercícios para melhorar meus movimentos que ficaram comprometidos devido ao derrame”, afirma.

 

 

Vida Ativa

Cerca de três mil pessoas com idade acima de 50 anos são atendidas pelo programa Vida Ativa em 46 núcleos e quatro Instituições de Longa Permanência para Idosos de Belo Horizonte. O programa tem o objetivo de estimular a vivência de práticas corporais diversas e colaborar para a promoção da saúde, da autonomia e da integração social dos participantes. As aulas coletivas de ginástica, jogos, brincadeiras e danças são planejadas e orientadas por profissionais de educação física.

 

O Vida Ativa também proporciona passeios que oferecem aos idosos a oportunidade de ampliar conhecimentos sobre a cidade e de participar de diversas atividades culturais. No ano passado, foram realizados 1600 atendimentos em 40 passeios, com saídas a teatros, cinemas e shows, entre outras. 

 

Também na área de lazer, o programa realiza anualmente o Encontro Vida Ativa. Na última edição, o evento contou com a presença do cantor Moacyr Franco em um show que reuniu três mil idosos.

 

As inscrições para todas as atividades do programa podem ser feitas presencialmente no local de realização das aulas ou pelo e-mail vidaativa@pbh.gov.br.

 

 

12/02/2019. Vida Ativa nas ILPIs. Fotos: Vilma Tomaz/PBH