Pular para o conteúdo principal

Cinco aultos, uma criança e um cachorro correm ou passeiam em rua fechada.
Foto: Vilma Tomaz/PBH

Programa da PBH fecha vias aos domingos

23/03/2018 | 15:25 | atualizado em 02/04/2018 | 09:25
Com 13 cães de diversas raças e portes, como Labrador e Poodle, o passeador Robson de Melo costuma marcar presença aos domingos na avenida José Cândido da Silveira, no trecho entre as ruas Camilo Prates e Professor Costa Chiabi, no bairro Cidade Nova, região Nordeste de Belo Horizonte.

O local em questão é um dos nove espaços que integram o programa “No Domingo, a Rua é Nossa”, desenvolvido pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer e com o apoio da BHTrans. 

Nessas áreas, a circulação de veículos é interrompida aos domingos, entre 7h e 13h, para a comunidade praticar esporte, caminhar, andar de bicicleta, de patins e passear com os cães.
  
Morador do bairro União, Robson é adestrador profissional de cães. A cada domingo, ele desfila com uma matilha pela avenida e desperta a curiosidade da criançada, que se apresenta voluntariamente para ajudá-lo na tarefa de caminhar com os animais.  

Já a professora de português Alessandra Moreira, moradora do bairro da Graça, tem a rotina dominical de curtir o espaço na companhia do marido e do filho Eduardo, de 11 anos, que adora pedalar pelo trecho fechado da avenida José Cândido da Silveira. 

“Aqui é mais seguro e confortável para circular de bicicleta e caminhar.” Ela cita ainda que o programa rende bate-papos com os vizinhos que moram nos prédios da área.

Mãe de seis filhos e residente no bairro Santa Inês, a dona de casa Liliane Marques Santos nem tinha pressa de voltar para casa quando desfrutava do espaço público no domingo. 

“Levantei cedo, fiz o almoço e vim para cá com meu marido para caminhar na avenida e praticar exercícios na Academia a Céu Aberto que está instalada no canteiro central. Acho maravilhoso caminhar em um local, com outras famílias, a maioria delas conduzindo os cães em uma local que, fora desse horário, é ocupado por milhares de carros”, ressalta ela. 


  
Política pública  

Ainda neste ano, dois espaços que integram atualmente o “No Domingo, a Rua é Nossa” passarão a fazer parte do “BH é da Gente”, ganhando, assim, atrações culturais e esportivas, entre outras, promovidas pela Prefeitura de Belo Horizonte em parceria com instituições públicas e privadas. 
 
“Uma das diretrizes da política pública de esporte e lazer é expandir e melhorar as ofertas de atividades ao ar livre em vias públicas para a comunidade”, afirma Elberto Furtado Júnior, secretário municipal de Esportes e Lazer da PBH. 

As duas vias do programa “No Domingo, a Rua é Nossa” que serão incorporadas este ano pelo “BH é da Gente” são a avenida Silva Lobo, ainda neste semestre, e a José Cândido da Silveira, no segundo semestre. 

O “BH é da Gente” é realizado há um ano pela PBH, na área central da Savassi. 


   
 Vias contempladas pelo programa “No Domingo, a Rua é Nossa”


 
REGIONALVIA FECHADABAIRRO

Barreiro

Praça Olaria (Rua Jeribá)

Olaria

Centro-Sul

Av. Bandeirantes (entre Praça JK e Praça da Bandeira)

Mangabeiras

Av. Prudente de Morais (entre Av. Contorno e Rua Acaraú) 

Cidade Jardim

Nordeste

Av. José Cândido da Silveira (entre ruas Camilo Prates e Rua Professor Costa Chiabi) 

Cidade Nova

Av. Bernardo Vasconcelos (entre ruas Cônego Santana e Rua Senhora da Paz)

Cachoeirinha

Noroeste

Av. Dos Clarins (entre Ruas das Castanholas e dos Bandolins)

Califórnia

Oeste

Av. Silva Lobo (entre Rua Xapuri e Garret) 

Grajaú

Av. Henrique Badaró Portugal (entre ruas Deputado Fábio Vasconcelos e Eli Seabra Filho) 

Buritis

Pampulha

Av. Otacílio Negrão de Lima (entre ruas dos Estados e Rua Margarida)

Pampulha

 
23/03/2018. A rua é nossa - Cidade Nova. Fotos: Vilma Tomaz/PBH