Pular para o conteúdo principal

Prefeito Alexandre Kalil reunido com sete membros da equipe municipal para discutir a implantação de um novo parque na região Oeste.
Foto: Amira Hissa/PBH

Prefeitura viabiliza implantação de novo parque na região Oeste da capital

20/12/2018 | 18:35 | atualizado em 09/04/2019 | 09:53
Belo Horizonte vai ganhar mais uma área verde. A Prefeitura, por meio das secretarias de Política Urbana e Meio Ambiente, definiu, nesta quinta-feira, dia 20, as ações necessárias para viabilizar a implantação do Parque Jardim América, na região Oeste da cidade, demanda antiga da comunidade local. A área, de aproximadamente 21 mil m², seria para uma edificação particular, mas após encontros entre representantes da comunidade e a Prefeitura, ficou acertado que 56% do espaço será para o parque e os outros 44% para a construção do empreendimento.

O acordo foi firmado em reunião que contou com a participação do prefeito Alexandre Kalil, dos secretários municipais de Política Urbana, Maria Caldas, de Meio Ambiente, Mário Werneck, representantes da Associação Comunitária Social, Cultural e Desportiva do bairro Jardim América e adjacências e os proprietários do imóvel.

Além da área onde está localizado o parque, um outro espaço ao lado será arborizado e anexado ao local. Já a rua Sebastião de Barros, que fica entre os dois complexos, será transformada em via de pedestres para ligar as duas áreas verdes.

De acordo com a secretaria municipal de Política Urbana, Maria Caldas, essa intermediação entre proprietários, Prefeitura e a comunidade garantiu a ampliação da área, que era de 3.300 mil m² para 15 mil m². “Além do parque, esse espaço terá arborização, implantação de equipamento público e rua de pedestre”, explicou.

Para o secretário Mário Werneck, será muito bom ter mais um complexo ambiental na capital. “A cidade ganha mais uma área verde, que foi uma promessa de campanha do prefeito Alexandre Kalil. O futuro parque do Jardim América é fruto de negociação entre as partes envolvidas, cumprindo-se o tripé da sustentabilidade, ou seja, os aspectos sociais, ambientais e econômicos”, afirmou.

De acordo com o presidente da Associação de Moradores, João Batista da Silva, a implantação do parque será positiva para a comunidade. “Essa é uma vitória para Belo Horizonte e a Oeste não tem um espaço assim. O prefeito cumpriu o que prometeu na campanha”, comemorou.