Pular para o conteúdo principal

Técnico de saúde vacina homem contra a febre amarela no braço.
Foto: Divulgação/PBH

Prefeitura toma medidas de prevenção contra a febre amarela

22/01/2018 | 19:09 | atualizado em 19/02/2018 | 10:17

A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) esclarece que vem adotando medidas de prevenção à febre amarela desde o início de 2017, quando ocorreu a epidemia da doença no leste do Estado. As ações para proteger a população foram mantidas durante todo o ano passado e reforçadas em 2018, diante da circulação comprovada do vírus da febre amarela na Região Metropolitana e de casos confirmados da doença em pessoas residentes do município, com transmissão ocorrida fora da capital. Os esforços realizados pela PBH tiveram resultados positivos. Não há, até o momento, casos de febre amarela contraídos em Belo Horizonte.

 

Com o objetivo de ampliar a proteção da população, a PBH informa que a partir desta terça-feira, dia 23, os parques Roberto Burle Marx, mais conhecido como Parque das Águas, e Aggeo Pio Sobrinho estarão fechados para visitação. Essa decisão é uma medida preventiva, uma vez que a mata desses parques está conectada à vegetação dos parques da Serra do Curral e das  Mangabeiras, integrando um mesmo corredor ecológico.

 

Em 2017, a Prefeitura fechou o Parque das Mangabeiras, o Mirante, o Parque Serra do Curral e o Parque Jacques Cousteau. Esta medida também foi tomada após macacos mortos serem encontrados nesses locais.