Pular para o conteúdo principal

Foto noturna da Igreja São Francisco de Assis.
Foto: Marcelo Rosa

Prefeitura realiza restauração da Igreja São Francisco de Assis, na Pampulha

28/12/2018 | 17:39 | atualizado em 14/01/2019 | 10:36

Considerada um marco na história da arquitetura moderna brasileira, a Igreja São Francisco de Assis, na Pampulha, estará de cara nova em 2019. A obra de Oscar Niemeyer, cartão-postal da cidade, está passando por um projeto de restauração, que, inclusive, foi um dos selecionados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para receber recursos do Programa de Aceleração do Crescimento das Cidades Históricas. O orçamento previsto é de aproximadamente R$ 1 milhão. 

As obras estão sendo executadas pela Prefeitura, por meio da Superintendência de Desenvolvimento da Capital, com previsão de conclusão em junho de 2019 e fazem parte dos compromissos assumidos com a Unesco, que há dois anos reconheceu o Complexo Arquitetônico da Pampulha como Patrimônio Mundial da Humanidade. A escolha do projeto pelo Iphan se justifica pela importância do bem cultural e pela urgência na execução dos serviços listados. 

De acordo com o superintendente de Desenvolvimento da Capital, Henrique Castilho, a Prefeitura trabalhou bastante desde o início de 2017 para iniciar a obra, que é tão esperada pela cidade. “O projeto de restauração foi muito bem estudado e estamos lidando com muita seriedade com esse trabalho. Temos uma grande preocupação com o restauro de tudo o que existe na Igreja. Essa obra vai valorizar ainda mais a região da Pampulha e a população merece esse presente”, afirma.

Infraestrutura turística 

Ao lado das medidas preservacionistas, como a obra de restauro da Igreja São Francisco de Assis, o Plano de Gestão do Conjunto Moderno da Pampulha destaca ainda, como aponta o secretário municipal de Cultura, Juca Ferreira, a promoção e a qualificação da infraestrutura turística e de lazer da região, cuja viabilização depende da integração de vários setores do Poder Público, privado e sociedade civil.

"Temos voltado nossa carinhosa atenção ao Conjunto Moderno da Pampulha, em especial, com uma série de encontros temáticos que visam à formulação de estratégias para a implantação de ações relacionadas ao Conjunto, como a definição de uso da orla e de equipamentos econômicos, culturais e de lazer. Começamos cuidando dos equipamentos que já compõem a orla e, nesse sentido, a Igreja de São Francisco de Assis é emblemática pelo seu projeto arquitetônico e urbanístico, pela sua história e por todos os sentidos e a carga simbólica que ela traz para a Pampulha”, explica o secretário. 

Andamento da obra

O projeto prevê a execução de serviços de revisão e tratamento das juntas de dilatação da cobertura, a impermeabilização e a substituição do forro da nave para evitar as infiltrações. Está prevista também a limpeza das fachadas, ação necessária para a preservação das pastilhas e da azulejaria aplicadas, a recuperação do piso em mármore, pintura e substituição dos painéis de madeira.

Até o momento, já foram executados serviços de instalação dos tapumes e do canteiro de obras, proteção dos pisos e dos bens integrados (afresco, púlpito, batistério, degraus e painéis internos em azulejos), a remoção do reboco deteriorado e lixamento da pintura na laje frontal. Além disso, foram recuperadas as juntas de dilatação, retirado todo o forro de madeira, reformados os banheiros, instaladas caixas de drenagem e realizada a plotagem dos tapumes.

Ouça este conteúdo

Últimas Notícias

Vista da cidade de Belo Horizonte, com muitos prédios, a partir das árvores e caminhos do Mirante das Mangabeiras, durante o dia. Confira os principais eventos gratuitos que acontecem em BH no fim de semana

Confira os principais eventos gratuitos que acontecem em BH no fim de semana, de 23 a 24 de março.

21/03/2019 | 17:32
Vista aérea do Terminal Rodoviário de Belo Horizonte, durante o dia. Centro de Convivência Carlos Prates realiza exposição de arte na Rodoviária

Os usuários do Centro de Convivência Carlos Prates vão expor seus trabalhos na plataforma A do Terminal Rodoviário de Belo Horizonte.

20/03/2019 | 19:49