Pular para o conteúdo principal

Guarda municipal de costas, dentro de ônibus com passageiros.
Foto: Divulgação/PBH

Prefeitura publica edital para o concurso da Guarda Municipal com 500 vagas

13/03/2019 | 21:35 | atualizado em 14/03/2019 | 10:01
A Prefeitura de Belo Horizonte publicou nesta quarta-feira, dia 13 de março, o edital para o concurso público da Guarda Municipal. São 500 vagas oferecidas. 

 

O concurso público será composto de cinco etapas: Prova Objetiva de Múltipla Escolha, Prova de Títulos, Prova de Capacidade Física, Sindicância Social e Avaliação Psicológica. Após aprovado no certame, o candidato será submetido a processo admissional composto por Exame Toxicológico, Exames Médicos e Curso de Formação.

 

As inscrições estão previstas para o período de 15 de abril a 14 de maio. O salário inicial é de R$ 1.851,21, além dos benefícios. A habilitação exigida para concorrer ao cargo é possuir Ensino Médio Completo.

 

Veja o edital completo

 

Vagas para mulheres

A novidade para esse novo processo seletivo é o aumento de 5% para 20% do percentual de vagas destinadas ao público feminino. Das 500 vagas previstas, 100 serão reservadas para as mulheres.

 

O aumento foi possível em virtude da recente mudança promovida pela lei 11.153, de janeiro de 2019, de autoria do Executivo. O texto alterou a composição do efetivo feminino da Guarda Municipal de até 5% para no mínimo 10% do quantitativo total da corporação.

 

Atualmente, o efetivo da Guarda Municipal de Belo Horizonte é composto por 2.054 agentes, sendo 1.983 homens e 71 mulheres.

 

Valorização da carreira 

Em janeiro, a Prefeitura sancionou a Lei 11.154, que tratou do plano de carreira dos guardas municipais, atendendo aos anseios da categoria e ao projeto de modernização da corporação para maior acomodação nos postos hierárquicos.

 

A lei redefiniu atribuições e reorganizou os postos hierárquicos, ampliando as possibilidades de promoção a todos os servidores da corporação. Na carreira anterior, somente 180 guardas chegariam a se movimentar e gastariam 30 anos para isso ocorrer. O texto ainda contemplou o reenquadramento considerando o tempo de serviço efetivo na instituição, bem como a promoção a cada seis anos de efetivo exercício.

 

Outros benefícios à categoria foram: o processo seletivo interno para acesso ao 6º posto hierárquico aberto a todos os atuais servidores; a manutenção da progressão horizontal por merecimento; e a flexibilização do quantitativo de servidores nos postos hierárquicos, possibilitando a ampliação do número de vagas quando da realização de novos concursos públicos. A lei ainda concedeu reajuste de 2,43% à categoria O impacto financeiro com o plano de carreira é de, aproximadamente, R$ 7 milhões anuais.

Ouça este conteúdo

Últimas Notícias

Idoso sorrindo. Aposentados e pensionistas nascidos em março devem fazer prova de vida até 31/3

Aposentados e pensionistas nascidos em março que não fizerem prova de vida até o dia 31 podem ficar sem o benefício.

22/03/2019 | 20:05
Vista da cidade de Belo Horizonte, com muitos prédios, a partir das árvores e caminhos do Mirante das Mangabeiras, durante o dia. Confira os principais eventos gratuitos que acontecem em BH no fim de semana

Confira os principais eventos gratuitos que acontecem em BH no fim de semana, de 23 a 24 de março.

21/03/2019 | 17:32