Pular para o conteúdo principal

Mais de vinte servidores assistindo a palestra com telão e palestrante, de pé, em uma sala.
Foto: Divulgação PBH

Prefeitura promove palestra sobre Saúde Mental para servidores

18/10/2019 | 21:49 | atualizado em 18/10/2019 | 21:49

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão e em parceria com a Associação dos Servidores Municipais (ASSEMP-BH), promoveu a palestra Saúde Mental no Trabalho: fatores de proteção x fatores de adoecimento na quinta-feira, dia 10. O evento foi realizado no Auditório do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, em comemoração ao Dia Mundial da Saúde Mental. 

 

Jeovana Lacerda, diretora de Gestão Estratégica de Pessoas da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, abriu a palestra, explicando que o evento compõe a linha de ações da Subsecretaria de Gestão de Pessoas no âmbito da promoção da saúde, por meio da Gerência de Saúde do Servidor. “O encontro de hoje tem por objetivo discorrer sobre a saúde mental no trabalho e contribuir com reflexões sobre caminhos para compreensão e prevenção do adoecimento”. 

 

O palestrante foi Cássio Vianna, psicólogo da ASSEMP-BH. “No Brasil, os transtornos mentais são a terceira causa de afastamento do trabalho por doença. Os problemas de saúde mental ocupam cinco posições no ranking das dez principais causas de incapacidade para o trabalho, representando um fenômeno mundial. Mais de 400 milhões de pessoas são afetadas por transtornos mentais ou comportamentais em todo o mundo”, explicou. 

 

“Na história da sociedade, nunca trabalhamos tanto como atualmente. Tanto do ponto de vista quantitativo como qualitativo, dada à exigência da alta performance”, disse o palestrante. “Em geral, o servidor espera o reconhecimento do seu trabalho, a realização pessoal, o sentimento de pertencimento, tratamento igualitário por parte da liderança e o casamento entre as características individuais e o objeto profissional”. 

 

Cassio apresentou algumas soluções que podem ser tomadas para evitar transtornos mentais no trabalho, entre elas: treinamento de equipes e de lideranças, ergonomia, campanhas de promoção de saúde, análise funcional, ginástica laboral e monitoramento sistemático da equipe. 

 

O psicólogo mostrou também que algumas soluções podem ser tomadas pelos próprios servidores, como atividade física regular, investimento em saúde física e mental, formação continuada, religiosidade, vida social e cultural, além do lazer. 

 

“Pratico quase todas as dicas passadas pelo psicólogo. Invisto na espiritualidade, no lazer, tendo mais tempo com os filhos e família. Trabalho com o que gosto na Prefeitura, o que proporciona um bem-estar”, afirmou Marcelo Reis, gerente de Normatização e Capacitação da Fiscalização Municipal. “Defendo a necessidade de palestras como esta, que despertam no servidor a possibilidade de saída de uma crise. Parabenizo aos organizadores deste evento por investir nesta área”. 

 

 

Políticas públicas municipais

Para contribuir no enfrentamento dessa realidade apontada pelo psicólogo, a Prefeitura tem adotado uma série de ações e medidas para valorizar e promover a qualidade de vida do servidor, como as realizadas pelo programa Movimenta PBH. Por meio dessa iniciativa, servidores são estimulados a praticarem corridas, caminhadas e atividades físicas ao ar livre, participam de grupos para cessação do tabagismo, de blitz de saúde e de palestras que abordam temas diversos relacionados à saúde e ao bem-estar físico e mental. O Programa de Engajamento e Motivação dos Professores da Rede Municipal de Educação é outra ação pioneira, iniciada em janeiro deste ano, para melhorar o ambiente de trabalho desses docentes a partir do autoconhecimento e de ações pontuais, de acordo com a realidade de cada escola.

 

Aliado a essas práticas, a área de Gestão de Pessoas do Município disponibilizou aos agentes públicos uma plataforma virtual para aperfeiçoamento e crescimento profissional. “Trata-se do programa Trilhas de Aprendizagem, que permite caminhos alternativos e flexíveis para promover o desenvolvimento das pessoas, por meio de artigos, vídeos, filmes, cases de sucesso, reuniões de trabalho, cursos presenciais e à distância. O objetivo é estimular o autodesenvolvimento dos servidores públicos, adequar as competências requeridas aos objetivos da Prefeitura e, consequentemente, melhorar a eficiência e a qualidade dos serviços públicos prestados”, destacou a subsecretária municipal de Gestão de Pessoas, Fernanda Neves.


Últimas Notícias

8º Simbravisa: Simpósio Brasileiro de Vigilância Sanitária. Desburocratização da Vigilância Sanitária ganha destaque em simpósio nacional

O Licenciamento Sanitário Simplificado será um dos destaques no 8º Simpósio Brasileiro de Vigilância Sanitária, que acontece de 23 a 27/11.

21/11/2019 | 18:59
Foto artística com rosto de mulher negra com turbante azul e pinturas afro brancas no rosto, com cascas e árvore e folhas no fundo. Centro Cultural Alto Vera Cruz inaugura exposição fotográfica “Pretas no Branco”

O evento é gratuito, acontece no Centro Cultural Alto Vera Cruz no dia 23/11, às 15h, e conta com apresentações musicais e desfile.

21/11/2019 | 18:30