Pular para o conteúdo principal

Prefeitura faz novo repasse ao Hospital Sofia Feldman

18/10/2017 | 18:37 | atualizado em 20/10/2017 | 18:21

O prefeito Alexandre Kalil anunciou, depois de se reunir com a diretoria do Hospital Sofia Feldman, na manhã desta quarta-feira, dia 18 de outubro, que a Prefeitura de Belo Horizonte fará um repasse adicional de R$ 1 milhão à instituição. Desde março, a Prefeitura já repassou seis milhões de adiantamento. O prefeito também informou que a PBH vai assumir o banco de leite da maternidade. Esses recursos são provenientes do Tesouro Municipal.
 

O Sofia Feldman terá um prazo maior, com parcelas menores, para fazer a restituição do valor recebido em adiantamento. A maternidade poderá pagar 18 parcelas de R$ 250 mil referentes ao valor de R$ 4,5 milhões, visto que 1,5 milhão já foi abatido no repasse mensal que é feito à maternidade.
 

“Nós decidimos nos reunir com a diretoria do Sofia Feldman porque sabemos da importância do hospital. Fizemos um acordo, com o doutor Ivo, de repassar R$ 1 milhão à vista, e vamos parcelar, em 18 vezes de R$ 250 mil, o valor que adiantamos neste ano. Vamos assumir o banco de leite da instituição com nossos recursos”, afirmou o prefeito Alexandre Kalil.
 

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Jackson Machado Pinto, a Prefeitura fica responsável, agora, pelos custos do banco de leite do Sofia Feldman, que é de aproximadamente R$ 720 mil por ano.
 

Segundo Jackson Machado, o apoio financeiro da PBH permitirá novo fôlego financeiro para a maternidade. “À medida que aumentamos o prazo para que o adiantamento seja pago e reduzimos o valor da parcela mensal, estamos reinvestindo na maternidade e realizando um empréstimo a cada mês. A PBH faz investimento na Saúde acima do que prevê a constituição, cabe às outras esferas de governo aumentar seus investimentos”, afirma.
 

O diretor técnico-administrativo Ivo Lopes reconhece que o apoio da Prefeitura de Belo Horizonte garantirá o pleno funcionamento da maternidade. “O acordo, com o prefeito e o secretário municipal de Saúde, traz um alívio no fluxo de caixa e no cotidiano do hospital. A chegada do fim do ano e a obrigação de pagamento do 13º salário dos funcionários do hospital, faz com que o repasse de mais R$ 1 milhão seja ainda mais importante”, afirmou.