Pular para o conteúdo principal

Imagem gráfica azul, com três objetos: um computador, um celular e um tablet. Ao lado, o texto "Autorização Sanitária"
Arte: PBH

Prefeitura de Belo Horizonte cria Licenciamento Sanitário Simplificado

08/11/2018 | 16:20 | atualizado em 03/12/2018 | 13:57
A partir do dia 23 de novembro, o processo de licenciamento sanitário poderá ser feito pela internet. A medida faz parte do serviço de Licenciamento Sanitário Simplificado (LSS), que será disponibilizado pela Prefeitura de Belo Horizonte para facilitar a vida de empreendedores da capital.
 
A iniciativa é da Secretaria Municipal de Saúde, no âmbito do Programa de Melhoria do Ambiente de Negócios da capital mineira, que promove ações de simplificação e desburocratização do relacionamento entre empresas e administração municipal. Ela atende ao disposto na Resolução da Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária nº 153, de 26 de abril de 2017.
 
O objetivo dessa ação é desburocratizar e com isso oferecer mais agilidade para quem precisa do licenciamento. "Trabalhamos para que os interessados possam obter o licenciamento de maneira mais simplificada, mas com responsabilidade, melhoria do ambiente de negócios e o principal, maior eficiência no trabalho da vigilância sanitária. Dessa forma a Vigilância Sanitária poderá concentrar seus esforços em estabelecimentos e serviços de maior risco potencial", define o subsecretário de Vigilância e Promoção à Saúde, Fabiano Pimenta.
 
Para as atividades consideradas de baixo risco, como padarias, comércios atacadistas e de produtos alimentícios em geral, o processo poderá ser feito totalmente pela internet, desde o requerimento inicial até a emissão da licença, sem necessidade de comparecimento à sede da Vigilância Sanitária e de uma inspeção prévia por parte do fiscal. Quem quiser fazer o requerimento para pessoa física deve acessar o Portal de Serviços da PBH; e para pessoa jurídica, o Site da RedeSim, conforme infográfico disponibilizado abaixo. 
 
Já aqueles que executam atividades consideradas de alto risco, como hospitais, clínicas médicas e odontológicas, laboratórios, farão o requerimento eletrônico da licença e aguardarão a realização da vistoria fiscal para, posteriormente, terem a licença liberada.
 
“Com o novo processo haverá redução do custo para o empresário e uma maior agilidade na abertura de novos negócios. A medida permite que a Vigilância Sanitária concentre seus esforços nos empreendimentos de alto risco”, explica a Diretora de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde, Zilmara Aparecida Guilherme Ribeiro.  
 
Ela avalia que a simplificação moderniza o trabalho da Vigilância Sanitária. “A licença será emitida automaticamente a partir de atos declaratórios para atividades econômicas classificadas como de baixo risco, cujo início da operação do estabelecimento ocorrerá sem a realização de inspeção sanitária ou análise documental prévia”, afirma. O estabelecimento licenciado poderá ser fiscalizado a qualquer tempo, a fim de a autoridade sanitária identificar, avaliar e intervir nos fatores de riscos à saúde da população, presentes na produção e circulação de produtos, na prestação de serviços.
 
O novo formato também permite a realização da adoção da classificação de risco, preconizada pelo Sistema Nacional de Vigilância Sanitária, e o licenciamento das atividades econômicas passíveis de Vigilância Sanitária de acordo com o respectivo grau de risco.
 
“Busca-se, a partir das ações implementadas, estimular a formalização dos negócios no Município de BH, otimizar o cadastramento de empresas sujeitas a Vigilância Sanitária, possibilitando melhor planejamento das ações, assim como facilitar o acesso do empreendedor ao serviço, disponibilizado em  uma plataforma digital única e integrada com as diversos órgãos envolvidos”, explica o secretário municipal adjunto de Planejamento, Orçamento e Gestão e subsecretário  de Modernização da Gestão, Jean Mattos.
 
De acordo com o secretário adjunto, a publicação do documento possibilitará a modernização dos processos de licenciamento sanitário, reduzindo o tempo e garantindo a qualidade dos serviços prestados à população.

 


O que é a Licença Sanitária?

A Licença Sanitária é o documento que formaliza o controle sanitário do estabelecimento, visando garantir boas condições de funcionamento, além da qualidade do alimento e serviço ofertado.  Já o licenciamento é etapa que conduz o interessado à formalização da licença para o exercício de determinada atividade econômica, no âmbito da Vigilância Sanitária.
 
Autorização sanitária

 

Ouça este conteúdo

Últimas Notícias

Mapa de intervenção na rua Simão Tamm, no bairro Cachoeirinha, entre os dias 26 e 29/4. Intervenção no Cachoeirinha apresenta modelo de rua mais segura para pedestres

Intervenção temporária realizada pela Prefeitura na rua Simão Tamm, no Cachoeirinha, apresenta modelo de rua mais segura para os pedestres.

24/04/2019 | 20:37
Mapa de operação especial de trânsito no entorno do Mineirão para o show do Los Hermanos no dia 26/4. Entorno do Mineirão tem operação de trânsito para show do Los Hermanos

Na sexta-feira, dia 26/4, BHTrans realiza operação especial de trânsito e transportes em função do show do Los Hermanos, no Mineirão.

23/04/2019 | 18:55