Pular para o conteúdo principal

Duas profissionais da saúde atendem dois pacientes em sala de observação de centro de saúde
Foto: Adão de Souza

Prefeitura conclui reformas em 51 centros de saúde

15/01/2018 | 15:07 | atualizado em 13/12/2019 | 11:26
Com o objetivo de melhorar a estrutura das unidades dos centros de saúde da cidade e garantir mais qualidade e conforto no atendimento à população e no trabalho dos profissionais da área, a Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura concluiu reformas em 51 unidades básicas de saúde, distribuídos nas nove regionais.

Para definir quais unidades que seriam reformadas e/ou revitalizadas, foi realizado um diagnóstico para identificar as condições físicas e estruturais de todas as unidades de saúde. No geral, foram realizadas obras de manutenção elétrica, hidráulica, reformas nos telhados, tratamento de infiltração, marcenaria, podas, capina e pintura. “Em 2017, nós trabalhamos muito em obras que muitas vezes não aparecem, mas garantem o bom funcionamento da unidade. Fizemos reformas em mais de cinquenta centros de saúde que mereciam uma atenção na parte hidráulica, na parte elétrica, no telhado ou até mesmo uma pintura”, afirma o secretário de Obras, Josué Valadão.

E as obras de manutenção não param. Atualmente, mais 84 centros de saúde passam por manutenções ou reformas. A Prefeitura está investindo aproximadamente de R$ 8 milhões nestes trabalhos.
 


Atendimento

A secretária adjunta de Saúde, Taciana Malheiros, destaca os trabalhos que foram realizados no ano passado e que mudaram a realidade para muitos usuários do SUS-BH, como, por exemplo, a ampliação do Centro de Saúde Zilah Spósito, a reforma do Centro de Saúde Horto e a criação do anexo do Centro de Saúde Trevo, para atendimento da população da comunidade do Dandara. "Ações importantes que garantem a ampliação do acesso à saúde e qualificação da rede municipal. Essa iniciativa de atender as necessidades em relação à estrutura das unidades vem ao encontro com nossos ideais de melhora da ambiência, qualificação das condições de trabalho e maior conforto para o usuário”, define.

Belo Horizonte conta com 152 centros de saúde em funcionamento. As unidades realizam cerca de 30 mil atendimentos diários.