Pular para o conteúdo principal

Homem fala ao microfone

Prefeitura apresenta avanços na desburocratização de serviços

26/11/2019 | 12:45 | atualizado em 26/11/2019 | 12:45

Na próxima sexta-feira (29) servidores da Prefeitura de Belo Horizonte promovem duas palestras para profissionais liberais e associados do Sindicato das Empresas de Consultoria, Assessoramento, Perícias, Informações, Pesquisas e Empresas de Serviços Contábeis no Estado de Minas Gerais. Servidores das secretarias municipais de Fazenda; de Desenvolvimento Econômico; e de Planejamento, Orçamento e Gestão representarão a PBH.

 

O encontro, realizado no auditório do Sescon/MG (avenida Afonso Pena, 748, Centro), vai abordar, em dois painéis, o Programa de Melhoria do Ambiente de Negócios (MAN) e, também, as Principais Alterações Introduzidas pelo Novo Regulamento do ISSQN (Decreto Municipal 17.174/2019).

 

No primeiro painel, o subsecretário da Receita Municipal, Eugênio Veloso, a subsecretária de Assuntos e Investimentos Estratégicos, Cristiane Serpa, e a diretora de Projetos Corporativos da Subsecretaria de Modernização da Gestão, Milla Fernandes, vão mostrar aos associados do Sescon o Programa de Melhoria do Ambiente de Negócios (MAN), implantado pela Prefeitura em 2017.

 

O principal objetivo do MAN é o aumento da produtividade e da competitividade das empresas para a geração de empregos em Belo Horizonte, com a atração de investimentos para a cidade e a revisão de processos de licenciamento e regularização.

 

Novo ISSQN

 

O segundo painel do encontro no auditório do Sescon/MG terá a presença do auditor-fiscal de tributos municipais, Frederico George da Fonseca, e do gerente de Normas e Tributação da Subsecretaria da Receita Municipal, Edmar Damasceno, que apresentarão o novo Regulamento do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), publicado pela Prefeitura em setembro deste ano.

 

O subsecretário da Receita Municipal, Eugênio Veloso, destaca que o novo Regulamento busca a desburocratização, por meio da atualização, modernização e simplificação das normas vigentes em Belo Horizonte.

 

“O antigo Regulamento do ISSQN, de setembro de 1981, encontrava-se defasado. Do ponto de vista da racionalização e simplificação do sistema tributário do Município, o novo documento condensa normas que se encontravam espalhadas em dez decretos distintos, além de uma portaria e cinco instruções de serviço. A unificação permitiu que o entendimento do Fisco belo-horizontino acerca de diversos temas polêmicos relativos ao imposto municipal seja mais transparente e de fácil acesso por parte de contribuintes, contabilistas, advogados e dos próprios servidores da Administração Tributária do Município”, afirma Eugênio Veloso.


Últimas Notícias

Jovens jogam futebol em quadra Prefeitura inicia projeto de esportes para jovens em conflito com a lei

Os jovens em cumprimento de medidas sócio-educativas terão oportunidade de frequentar, gratuitamente, oficinas esportivas.

13/12/2019 | 17:05
Prédio comercial na rua Caetés Comerciantes comemoram antecipação do décimo terceiro salário pela Prefeitura

A expectativa é que sejam injetados cerca de R$ 105 milhões na economia da capital.

13/12/2019 | 11:35