Pular para o conteúdo principal

Informativo sobre o Coronavírus em Belo Horizonte
Foto: Arte PBH

Prefeitura aperfeiçoa sistema de entrega de cestas básicas e kits de higiene

27/05/2020 | 17:01 | atualizado em 04/06/2020 | 18:32

A entrega de cestas básicas, feita pela Prefeitura de Belo Horizonte para famílias de estudantes da rede municipal de educação e para famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica, passará por aperfeiçoamento na consulta do mês de junho. A mudança também vale para as informações sobre os kits de higiene.

Uma das novidades é a unificação da consulta, que passará a ser feita apenas neste endereço. As famílias de estudantes da rede municipal de educação, ao acessarem o antigo link, serão direcionadas automaticamente à plataforma unificada, sem prejuízo no acesso.

A alteração pretende facilitar a consulta e evitar que uma pessoa não encontre seus dados ao acessar equivocadamente a plataforma da educação, quando, na verdade, deveria acessar a consulta para famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica. Os canais de suporte via chat na própria página da consulta permanecem os mesmos.

Segundo Maíra Colares, secretária municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, “a medida qualifica a atuação da Prefeitura a partir da escuta das famílias atendidas e da percepção das equipes intersetoriais que atuam nesta ação. Este é mais um passo para melhoria do atendimento, já que no momento inicial da pandemia tivemos que agir muito rapidamente para que o acesso imediato fosse garantido”.

Outra melhoria no processo de entrega das cestas básicas e kits de higiene será a unificação também do calendário. Todos os grupos terão a consulta disponibilizada a partir do próximo dia 1º, com as retiradas nos supermercados a partir de 3 de junho. A escala será mantida, de acordo com a capacidade dos supermercados, com a ordem de entrega dos meses anteriores. Isso significa que as famílias que retiraram no início do mês continuarão retirando os produtos nesse período, já que as cestas e kits foram planejados para durarem por 30 dias.

Veja neste link todos os públicos beneficiários da cesta básica.

 


Reforço no contato com famílias em situação de vulnerabilidade

Nesta semana, a Prefeitura enviou mensagens de texto nos celulares de quase 100 mil famílias moradoras de vilas, favelas e ocupações que têm direito à cesta básica, cadastradas em políticas de habitação e no CadÚnico. Também foram entregues cerca de 300 mil panfletos em vilas, favelas e ocupações urbanas pela equipes da saúde, com orientações sobre o acesso à cesta.

As equipes dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e da Companhia Urbanizadora e de Habitação de Belo Horizonte (Urbel) estão reforçando a busca ativa aos usuários. O objetivo é alcançar famílias que ainda não retiraram os produtos no mês de maio, o que pode ser feito até o dia 31. Essas medidas também contribuem para ampliação do acesso em junho, quando as ações de comunicação e mobilização serão mantidas.


Últimas Notícias

Informativo sobre o Coronavírus em Belo Horizonte Prefeitura define diretrizes para contratação de leitos em hospitais privados

O processo de adesão será por meio de chamada pública para seleção simplificada, destinada a hospitais que preencham os critérios definidos.

02/07/2020 | 19:12
Informações da Prefeitura sobre o Covid-19 Prefeitura garante serviços de limpeza durante a pandemia

Varrição, coleta de resíduos comuns e orgânicos, capina, lavação, combate a deposições clandestinas de lixo, são exemplos dessas atividades.

01/07/2020 | 16:49