Pular para o conteúdo principal

Arte feita pela Prefeitura
Foto: Arte/PBH

Práticas corporais chinesas on-line celebram um ano de atividades

criado em 27/10/2021 - atualizado em 27/10/2021 | 16:29

As aulas de práticas corporais terapêuticas chinesas comemoraram um ano de atividades on-line para servidores e empregados públicos municipais. A aula festiva foi realizada no último dia 7. Essa ação de promoção da saúde é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão (SMPOG), em parceria com Diretoria Regional de Saúde da Regional Centro-Sul. 

As práticas corporais são treinamentos terapêuticos da medicina tradicional chinesa que atuam na harmonização do corpo, da mente e das emoções. São adotadas também para prevenir e tratar de dores no corpo, problemas osteomusculares e atuam nas disfunções dos órgãos internos e problemas respiratórios. 

Cássia Lima, integrante da equipe da Gerência de Saúde do Servidor da SMPOG, explica como foram as adequações da prática do Lian Gong em 18 terapias durante a pandemia. “Considerando os benefícios das atividades, por favorecerem a imunidade e a saúde geral dos praticantes, propusemos a continuidade das práticas por meio de plataforma virtual. Dessa forma, implantamos o 'Parque Virtual', que tem esse nome inspirado nas tradições chinesas de realizarem as práticas corporais em parques e praças. As atividades passaram a acontecer às terças e quintas-feiras, às 8h, por meio da  internet”,  disse. 

A professora Maristela Botelho, presidente da Associação Brasileira de Lian Gong, ministrou a aula comemorativa e comenta sobre o assunto. "Estamos desenvolvendo este programa de saúde na PBH desde 2007 e somos referência em todo o país. Estou muito feliz em participar desta comemoração de um ano do Parque Virtual. Estas técnicas ajudam a harmonizar os três corpos, segundo a visão da medicina chinesa, o corpo físico, o corpo de sopro chamado de Qi, e a alma. Cada órgão de nosso corpo é associado a algum tipo de emoção e o objetivo é deixar tudo em harmonia”, explicou.  

A técnica do Centro de Referência da Pessoa Idosa da Prefeitura, Dayse Belico, participa das atividades e se diz satisfeita. “Só tenho que agradecer a toda equipe envolvida. O trabalho realizado é necessário para a saúde corporal, mental e emocional dos servidores. É um benefício que a PBH oferece a seus colaboradores. Iniciativas como essa merecem nosso reconhecimento e valorização”, afirmou. 

Valéria Nogueira Diniz, arquiteta da Secretaria Municipal de Política Urbana (SMPU), começou a praticar Liang Gong de forma presencial. “Eu amo a prática de Liang Gong pela sutileza dos resultados. Ela é uma terapia integrativa. No meu caso, que faço uso de antidepressivo, foi realmente muito importante num período tão desafiador da humanidade, contar com um serviço de excelência. Obrigada a todos pela dedicação ao projeto nestes tempos pandêmicos”, enfatizou. 

As técnicas utilizadas durante as aulas são o treinamento perfumado nível 1 e 2, autopercussão para a vitalidade, yi qi gong em 18 terapias e daoyin da cabeça.