Pular para o conteúdo principal

Espaço aberto com pula-pula e outros brinquedos infantis, com mais de vinte pessoas, durante o dia.
Foto: Divulgação PBH

PBH trabalha junto às comunidades para estimular cuidado com espaços coletivos

20/09/2019 | 16:19 | atualizado em 23/09/2019 | 09:22

No Parque Jardim do Vale, região do Barreiro, é proibido deixar lixo, fazer fogueira ou queimada, abandonar animais, pescar e nadar no lago. Mas o espaço está à disposição para a comunidade fazer festa, ouvir música, brincar de bola com as crianças, contemplar a paisagem e descansar no gramado, desde que não perturbe os outros frequentadores ou afete a estrutura do local. O parque é um dos resultados das intervenções realizadas na Vila Jardim do Vale pela Prefeitura, por meio do PAC Encostas, e essas regras, entre outras, foram elaboradas pela comunidade, em parceria com uma equipe social da Companhia Urbanizadora e de Habitação de Belo Horizonte (Urbel).

 

A Prefeitura, por meio da Urbel, realiza um trabalho social com as comunidades que são contempladas com esse tipo de intervenção, para que os moradores possam se adaptar à nova realidade, além de se apropriar e cuidar do espaço coletivo. De acordo com a coordenadora social da Urbel, Wanja Filgueiras, entre as atividades realizadas pela equipe que atua no Jardim do Vale, está o Domingo no Parque, um dia de lazer para a comunidade, que incluiu a identificação, em placas confeccionadas em uma oficina de pirogravura, das espécies de árvores plantadas no local. Uma placa com as regras de utilização do espaço também foi afixada na entrada. Na ocasião também foram distribuídas camisetas para o grupo Gestor do Parque, que tem o papel de zelar pelo local e garantir a preservação.

 

Para Adriana Medeiros, moradora da vila há cinco anos e membro do Grupo Gestor, o trabalho tem sido muito efetivo, pois a comunidade tem abraçado a ideia e cuidado do espaço, evitando jogar lixo. “Passo muito por ali para ir ao centro comercial e sempre tem alguém usando as instalações do parque. Os próprios moradores fizeram lixeiras com baldes de tinta, alimentam os peixes, limpam o tanque e acionam o serviço de limpeza quando é preciso. Outro dia passei por lá e molhei as plantinhas, então sempre estamos nos organizando para manter o local. Só tenho que agradecer porque um lugar que só tinha mato e lama se tornou um local que a comunidade pode fazer uso”, comemorou.

 

 

Oficina alimentar

Outra atividade realizada pela Urbel, como parte das ações do Eixo Geração de Emprego e Renda, foi uma oficina alimentar que abordou o aproveitamento, de forma econômica e criativa, de matéria-prima existente no local e no seu entorno. Deisiene Silva, frequentadora do parque, achou a oficina muito produtiva e já está planejando incrementar a renda da família. “Eu e uma colega já estamos querendo usar as geleias que aprendemos a fazer. Minha mãe tem uma loja perto de mim e a minha ideia é só esperar entrar uma grana para colocar lá e vender”, explicou.

 

Segundo Wanja, os eixos do trabalho social são trabalhados de forma muito interligada, pois todos visam a adaptação à realidade pós-intervenção, seja por meio do pré e pós-morar com famílias reassentadas em unidades habitacionais; das oficinas de geração de renda, que podem propiciar um ganho extra, por exemplo, para pagar um condomínio; ou de educação ambiental, que traz benefícios para toda a comunidade.

 

O parque e outras intervenções como contenções de encosta, rede de drenagem, rede de esgoto, captação de águas pluviais, pavimentação, implantação de áreas de convivência em terrenos remanescentes e melhoria de acesso por escadaria, foram concluídas pela Prefeitura em julho deste ano, como parte das obras do PAC Encostas, que tem como objetivo eliminar o alto risco geológico de deslizamento em vários pontos da cidade.

 

 

20/09/2019. Trabalho Social na Vila Jardim do Vale. Fotos: Divulgação/PBH


Últimas Notícias

Parque Municipal 1º de Maio, com muitas árvores, durante o dia. Confira os principais eventos gratuitos que acontecem em BH neste fim de semana

Confira os principais eventos gratuitos que acontecem em BH neste fim de semana, entre os dias 7 e 8/12.

05/12/2019 | 19:07
Mulher empurra cadeira de rodas com criança; ao lado, atrás, casal passeia em avenida; à esquerda, balão inflável com os dizeres: "BH é da Gente". BH é da Gente tem recreações e Papai Noel no domingo, dia 8/12

Papai Noel receberá a criançada para tirar fotos e receber cartas nas unidades Silva Lobo, das 9h às 10h30, e Savassi, das 11h às 12h30.

05/12/2019 | 17:42