Pular para o conteúdo principal

Praça Marco Antonio de Menezes
Foto: Divulgação/PBH

PBH reabre espaço esportivo no Sagrada Família

criado em 06/09/2021 - atualizado em 06/09/2021 | 14:40

Os adeptos de atividades esportivas ao ar livre do bairro Sagrada Família, região Leste da capital, terão oportunidade de voltar a frequentar os campos da Praça Marco Antonio de Menezes, (Brasilina), a partir desta quarta-feira, dia 8.  Os campos de areia e futebol society (Rua João de Paula, 375) serão reabertos pela Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, de segunda a sexta-feira, de 7h às 17h, com todas as normas sanitárias de segurança. 

 

A portaria publicada pela Prefeitura de Belo Horizonte, no mês passado, estabelece dentro de medidas de controle da pandemia, a retomada gradual de atividades presenciais de programas e projetos e a reabertura dos equipamentos esportivos. Atualmente estão abertos cinco deles, em várias regionais: centros esportivos do Vale do Jatobá e Milionários; ginásios esportivos São Marcos e Jair Florsino dos Reis e Praça de Esportes Louis Braile (Praça da Saudade). 

 

A entrada nos equipamentos, de segunda a sexta-feira, de 7h às 17 h, deverá ser precedida de agendamento eletrônico com o objetivo de assegurar a lotação máxima permitida enquanto durarem as medidas de distanciamento social. Os agendamentos podem ser feitos pelo portal da Prefeitura (clique aqui). 

 

A relação de equipamentos esportivos e de lazer reabertos está publicada no portal da Prefeitura, assim como os dias e horários de funcionamento e a respectiva capacidade máxima permitida.  

 

Para visitar os equipamentos, é obrigatório o uso de máscara cobrindo nariz e boca durante toda a permanência, além da apresentação do comprovante de agendamento. Será disponibilizado álcool em gel para higienização das mãos. 

 

Os acompanhantes dos alunos dos programas e projetos poderão entrar e permanecer nos equipamentos esportivos, desde que informem previamente os dados pessoais ao gerente ou coordenador responsável. É vedada a entrada e permanência de pessoas sem máscara ou que não estejam utilizando a máscara de forma adequada.