Pular para o conteúdo principal

PBH publica novo edital para captação de patrocínio do Carnaval de 2023
Foto: Rodrigo Clemente

PBH publica novo edital para captação de patrocínio do Carnaval de 2023

criado em 06/12/2022 - atualizado em 06/12/2022 | 15:35

A Prefeitura de Belo Horizonte publicou nesta terça-feira (6) um novo modelo de Edital de Patrocínio para financiar o Carnaval 2023. Depois de dois anos parado por conta das restrições para conter a disseminação da Covid-19, o maior evento de rua de Minas Gerais retornará em 2023, com mais de 500 atrações espalhadas por todas as regionais da cidade. Confira o regulamento completo com as condições de participação. 

O novo modelo de edital de patrocínio conta com cotas de investimento financeiro. Serão cinco chancelas de patrocínio, totalizando 18 cotas, conforme a seguir:  
 
a) APRESENTA: 1 cota disponível, no valor mínimo de R$ 10 milhões;
b) PATROCÍNIO MASTER: 1 cota disponível, no valor mínimo de R$ 5 milhões; 
c) PATROCÍNIO: 2 cotas disponíveis, no valor mínimo de R$ 1 milhão cada;
d) APOIO: 4 cotas disponíveis, no valor mínimo de R$ 500 mil cada;
e) COLABORAÇÃO: 10 cotas disponíveis, no valor mínimo de R$ 250 mil cada. 

"Esse novo modelo de edital de patrocínio busca atender às necessidades do mercado. Sabemos que ainda estamos vivenciando um período de dificuldade econômica mundial, mas precisamos retomar a força do maior evento de rua de Minas Gerais, através de parcerias junto à iniciativa privada, que sempre esteve conosco na realização do Carnaval. Nosso objetivo é levar novamente a alegria para as ruas, oferecendo aos foliões uma festa cada vez mais acessível e sustentável, com uma infraestrutura de qualidade, proporcionando conforto e segurança, e que estimule a participação de turistas e moradores. Além da festividade, o Carnaval de Belo Horizonte é um importante propulsor econômico, gerador de emprego e renda, que impacta positivamente diversos setores da nossa sociedade”, afirmou Gilberto Castro, presidente da Belotur, durante coletiva de imprensa para apresentação do edital. 

Entre as contrapartidas, disponibilizadas de acordo com cada cota de patrocínio, estão: a  possibilidade de acesso ao mailing e credenciamento dos 15 mil ambulantes, com permissão de distribuição de coletes, bonés, ombrelones e outros produtos da marca; acesso exclusivo e atualizado do georreferenciamento dos blocos e serviços, para melhor planejamento das ações de promoção de marca; uso da cor da marca na decoração e sinalização de rua, como galhardetes e cubos de programação; mídia com chancelaria dos patrocinadores em abrigos de ônibus, backbus e on-line; possibilidade de ativações de marca em logradouros públicos com apoio operacional da Prefeitura de Belo Horizonte; exposição de marca nas redes sociais, portal, imprensa e ações com influenciadores digitais oficiais do evento. 

Expectativa para o Carnaval 2023

O Carnaval de Belo Horizonte é organizado de maneira espontânea e um dos seus principais atrativos é a sua essência democrática e plural. Além dos famosos Blocos de Rua, a festa da capital mineira conta ainda com palco, desfiles de Escolas de Samba e Blocos Caricatos, abertura oficial com o Kandandu (encontro de blocos afro) e eleição da Corte Momesca. Na última edição, realizada em 2020, o festejo teve 4,45 milhões de foliões circulando na cidade. A expectativa para o próximo ano é que 5 milhões de foliões encham as ruas da capital mineira de cores, diversidade e alegria. A projeção de movimentação econômica no período oficial da folia, que vai de 4 a 26 de fevereiro, é de R$ 623 milhões, com geração de 9,2 mil empregos diretos e indiretos. 

A Belotur vem realizando diversas ações para a realização da festa. Entre elas, o cadastramento dos Blocos de Rua, que teve 479 blocos e 523 desfiles contabilizados, com destaque para inscrições de artistas nacionais, como a cantora Daniela Mercury. Atentos à real necessidade dos atores dessa grande festa, especialmente após dois anos de não realização do evento, a Belotur lançou também o Edital de Auxílio Financeiro para Blocos de Rua, para ajudar a fortalecer e propagar a cultura carnavalesca. O valor global investido foi de R$ 1,655 milhão. Importante ressaltar que em maio deste ano a empresa municipal disponibilizou, através de três editais, R$3,7 milhões para a cadeia produtiva do Carnaval de Belo Horizonte se manter ativa.  

Também já está aberto o credenciamento para ambulantes interessados em comercializar bebidas e adereços carnavalescos durante o período oficial do Carnaval de Belo Horizonte 2023, ação promovida pela Secretaria Municipal de Política Urbana em parceria com a Belotur. A previsão é que aproximadamente 15 mil profissionais se cadastrem. Outra ação relativa à folia que está em andamento é a Eleição da Corte Real Momesca, tradicional premiação que tem papel fundamental na promoção e na representatividade da folia, que será definida no próximo domingo (11). 

O Carnaval de Belo Horizonte é um dos principais produtos da cidade. Entendido como movimento espontâneo, o evento tem sido qualificado com o apoio da Prefeitura de Belo Horizonte, garantido a sua organização, segurança e acesso da população, turistas e visitantes. Para a folia de 2023, haverá gestão integrada, com cerca de 30 órgãos públicos trabalhando em conjunto. O Centro Integrado de Operações de Belo Horizonte (COP-BH) irá monitorar o evento em tempo real. Também irá ocorrer acompanhamento georreferenciado dos blocos e serviços da cidade.