Pular para o conteúdo principal

Mulher com panfleto educativo ao lado de carro com motorista, durante o dia.
Foto: Andrea Moreira/PBH

PBH promove ações de conscientização contra o trabalho infantil na Pampulha

19/06/2019 | 16:54 | atualizado em 19/06/2019 | 16:54

O Dia Internacional de Combate ao Trabalho Infantil é celebrado no dia 12 de junho. Para marcar a data, a Prefeitura de Belo Horizonte realizou diversas atividades de conscientização para enfrentamento o trabalho de crianças e adolescentes em todas as regionais da cidade.  A programação incluiu palestras, oficinas, campanhas, reuniões e grupos de reflexão.     

 

Na Pampulha, foram realizadas três ações de caráter intersetorial. Cerca de 130 estudantes de sete a 10 anos da Escola Municipal Ignácio de Andrade Melo, localizada no bairro Jardim São José, saíram em passeata pelas ruas no entorno da escola com faixas e cartazes e distribuíram cata-ventos coloridos, o símbolo da campanha.

 

Também foi realizada uma blitz educativa na avenida Antônio Carlos, em frente à Coordenadoria de Atendimento Regional Pampulha, para a abordagem de motoristas e comerciantes, sensibilizando-os sobre a importância da campanha. Diretores de Assistência Social e de Fiscalização, técnicos da Assistência Social e conselheiros tutelares da Pampulha fizeram a panfletagem para o público presente em uma tradicional feira de artesanato na região, alcançando cerca de 500 pessoas durante a ação.

 

Analista de Políticas Públicas e socióloga, Emília Maria Mota participou das ações e destacou a importância das iniciativas voltadas à garantia dos direitos de crianças e adolescentes. “Vivemos em um contexto socioeconômico que coloca a infância em desproteção. É preciso discutir com a sociedade o que faremos para garantir a proteção de nossas crianças e adolescentes”, ressaltou.

 

De acordo com a diretora regional de Assistência Social na Pampulha, Cláudia Melo, o objetivo das intervenções foi valorizar a infância e a adolescência, desconstruindo os mitos sobre o trabalho infantil, além de assegurar apoio às famílias. "As ações de informação e mobilização visam, em uma lógica preventiva, aumentar a conscientização acerca dos efeitos negativos do trabalho infantil para as crianças e adolescentes a ele submetidos, uma vez que a naturalização desta prática é associada, em geral, à desinformação sobre os danos decorrentes dessa”, afirmou.

 

Para a coordenadora de Atendimento Regional Pampulha, Neusa Fonseca, a campanha é importante para conscientizar as pessoas sobre os prejuízos que o trabalho infantil causa.  “Criança precisa estudar, brincar e crescer se sentindo segura. Precisamos somar esforços para implementar políticas intersetoriais que garantam uma infância e uma adolescência protegidas”, afirmou.

 

Até o fim do mês, outras atividades serão realizadas em todas as regionais da cidade. Para acompanhar a programação, acesse este link

Últimas Notícias

Rapaz conversa com mulher, ambos sentados, com um computador ao meio, em imagem desfocada. À frente, com foco, carteira de trabaho. ​​​​​​​Sine oferta 70 vagas de emprego para segunda-feira, dia 26/8  

São 49 vagas que exigem experiência, 15 para pessoas com deficiência e experiência e 6 para pessoas com deficiência sem experiência. 

23/08/2019 | 18:55
Criança pula corda na Savassi, pessoas transitam ao fundo. BH é da Gente oferece ioga, shows musicais e contação de histórias no dia 25/8

Com o intuito de diminuir o estresse do dia a dia, o grupo Yoga no Asfalto vai ministrar uma sessão no coração da Savassi, no domingo. 

23/08/2019 | 00:10