Pular para o conteúdo principal

PBH premia startup vencedora de Hackathon com viagem para Portugal
Foto: Arquivo Glocal

PBH premia startup vencedora de Hackathon com viagem para Portugal

criado em 20/05/2022 - atualizado em 20/05/2022 | 14:51

O T3: Turismo, Tecnologia e Tendência, projeto da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Belotur, em parceria com o Sebrae-MG e MaxMilhas, premiou a Glocal (startup vencedora da pré-aceleração) com uma viagem para Portugal, para visitas técnicas no Nest - Centro de Inovação do Turismo, situado em Lisboa, capital lusitana. Durante uma semana de imersão, representantes puderam trocar experiências e boas práticas a respeito de soluções tecnológicas para o turismo.  

“Belo Horizonte se tornou um celeiro de startups em decorrência do potencial criativo, inovador e tecnológico dos setores mais representativos da cidade. É um ecossistema que segue se multiplicando e que possui referências nacionais que se elevaram à categoria de grandes empresas e que impactam diretamente na economia, competitividade e posicionamento da cidade”, comenta Gilberto Castro, presidente da Belotur. 

A Glocal desenvolveu um guia virtual para smartphones para que visitantes e moradores explorem destinos turísticos por meio de passeios audioguiados e geolocalizados. A expectativa é que as soluções tecnológicas desenvolvidas sejam implementadas em Belo Horizonte. 

"Durante o T3, os facilitadores nos deixaram bem à vontade para discutir nossa estratégia e modelo de negócios, o que nos permitiu alguns ajustes importantes na forma como atuamos. Além da oportunidade de conhecer o trabalho que Portugal vem fazendo na área de turismo através do Nest, conseguimos bons contatos de negócios", revela Tomás Arêas, co-fundador e co-CEO da Glocal. 

Para Thalita Matta Machado, coordenadora de Clima e Cultura da MaxMilhas, o perfil de consumo mundial mudou após o avanço da tecnologia, especialmente no contexto pós-pandêmico. “Agora, o viajante busca mais autonomia e empoderamento e, no turismo, o cenário não é diferente. A inovação e a tecnologia são fundamentais para oferecer uma experiência de compra e vivência diferenciada”, comenta. 

Ainda de acordo com ela, eventos como o T3 são fundamentais para conectar todas essas pontas. “O turismo, aliado à tecnologia, tem grande potencial para inovar e voltar a fomentar a economia do país. É preciso que o setor entenda isso rápido, para garantir seu crescimento dentro das demandas desse novo perfil de consumidor”, pontua. 

O Nest - Centro de Inovação do Turismo recebeu a startup Glocal, em Lisboa, com uma lista de oportunidades para desenvolvimento de soluções dentro do ecossistema de inovação português. O Centro de Inovação do Turismo é o projeto âncora da iniciativa Turismo 4.0. Tem como missão promover a inovação e o uso da tecnologia na cadeia de valor do turismo apoiando o desenvolvimento de novas ideias de negócio, a experimentação de projetos e a capacitação das empresas na transição para a economia digital.