Pular para o conteúdo principal

Haitianos
Foto: Stenio Lima

PBH organiza consulado itinerante do Haiti para atender imigrantes

criado em 12/09/2022 - atualizado em 12/09/2022 | 15:53

Os cidadãos haitianos que residem em Belo Horizonte e Região Metropolitana terão uma nova oportunidade para a obtenção de serviços consulares, como emissão e retirada de documentos, nestes dias 13 e 14 de setembro. Durante os dois dias, funcionará na PUC Minas (Av. Dom José Gaspar, 500 - Bairro Coração Eucarístico, entrada pelo acesso 5) um consulado itinerante do país, com o objetivo de facilitar os serviços consulares para imigrantes e diminuir o fluxo de demandas na embaixada, em Brasília.

 

A ação é uma parceria entre a Prefeitura de Belo Horizonte, articulada pela Diretoria de Relações Internacionais da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, a Embaixada do Haiti em Brasília e a Cátedra Sérgio Vieira de Mello (PUC Minas). A iniciativa tem o apoio do Serviço Jesuíta a migrantes e refugiados do Brasil, que vai atuar na coordenação dos agendamentos e na recepção dos imigrantes nos dias das missões.

 

Atualmente, 3.690 imigrantes são atendidos pela instituição religiosa, que desenvolve um trabalho continuado de apoio e acolhimento, sendo 70% deles provenientes do país caribenho. Entre os haitianos, mais de 95% residem na capital e região metropolitana. Para eles, a regularização documental é uma das etapas fundamentais na busca de oportunidades formais de trabalho em terras brasileiras.

 

"Belo Horizonte tem sido o lugar de escolha para muitos imigrantes buscarem uma nova vida no Brasil. Essa vocação de acolhida e receptividade está alinhada também à importante política de assistência social da Prefeitura e à estratégia de internacionalização da cidade, tornando-a mais inclusiva e sustentável. A parceria com a Cátedra Sérgio Vieira de Mello e o Departamento de Relações Internacionais da PUC Minas fortalece ainda mais essas capacidades e nos torna mais capazes de atuar nesse tema de forma positiva e eficaz", explica Chyara Sales, secretária adjunta de Desenvolvimento Econômico de Belo Horizonte.

 

Essa é a primeira parceria firmada entre a Prefeitura e a Cátedra Sérgio Vieira de Mello (CSVM), projeto do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) com universidades brasileiras para apoio a pessoas refugiadas ou em situação de refúgio. A PUC Minas é a primeira Universidade mineira a fazer parte dessa rede e oferece diversas atividades de extensão voltadas à população refugiada, além de bolsas de estudos.

 

Entre os serviços oferecidos pelo consulado itinerante estarão a emissão de passaporte e carteira de identidade haitianos (somente com marcação prévia) e a retirada de documentos já emitidos pela embaixada (sem marcação prévia, por ordem de chegada). Mais informações sobre os atendimentos podem ser obtidas pelos telefones: (31) 99210-3443/99210-3444.

 

Comissão Consular da Embaixada do Haiti

Datas: 13 e 14 de setembro

Horário: 9h às 17h

Local: Av. Dom José Gaspar, 500 - Bairro Coração Eucarístico, entrada pelo acesso 5.