Pular para o conteúdo principal

PBH lança edital para criação de central geradora de energias renováveis

13/08/2018 | 17:12 | atualizado em 05/11/2018 | 09:37

 

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da PBH Ativos S/A, lançou edital do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) para viabilizar a instalação, operação e manutenção de centrais geradoras de energia por meio de células fotovoltaicas e por meio do aproveitamento da biomassa oriunda dos resíduos da poda, supressão, secção de raízes e destoca de árvores nas vias públicas da capital. O PMI é um instrumento de diálogo e debate com a sociedade que permite ao poder público estudar diferentes propostas e manifestações sobre projetos de interesse do Município.
 

O edital do PMI, que pode ser obtido no site da PBH Ativos, também prevê o transporte dos resíduos até a Central de Tratamento de Resíduos Sólidos da BR-040 (CTRS BR-040).
 

Diretor-presidente da PBH Ativos, Pedro Meneguetti destaca os benefícios que a central proporcionará ao município. “Trata-se de um modelo que reafirma a posição de vanguarda de Belo Horizonte no desenvolvimento de projetos de concessões e parcerias público-privadas. O objetivo do PMI é que haja um aproveitamento sustentável para os resíduos, que serão utilizados como insumo para geração de energia”.
 

Meneguetti esclarece ainda que essa energia, por sua vez, refletirá uma economia no pagamento das contas de energias dos equipamentos e edificações utilizados pelo próprio Município. Já a contrapartida social ocorrerá com investimentos na área da CRTS BR-040, o que constitui benefício direto para os comerciantes locais e associações de moradores dos bairros circunvizinhos”, afirma.
 

Os interessados em participar do PMI devem protocolizar envelope com os documentos de habilitação até às 17 horas do dia 10 de setembro de 2018, na sede da PBH Ativos (avenida Getúlio Vargas, 1.245, 12º andar, Funcionários).

 

Central Geradora de Energia

Os estudos para a formatação do PMI da Central Geradora de Energia começaram no primeiro semestre deste ano, com edição da Portaria Nº 931, de 12 de março de 2018, da Superintendência de Limpeza Urbana (SLU), que instituiu um grupo de trabalho, formado por representantes de diversos órgãos da administração municipal, sob coordenação da SLU, para elaboração do Plano de Manejo da CTRS BR-040.
 

Segundo a arquiteta da SLU e coordenadora do grupo de trabalho para elaboração do plano de manejo da CTRS BR-040, Aurora Pederzoli, o trabalho de técnicos de vários órgãos da administração municipal contempla as proposições para uso futuro da área, considerando a necessidade do monitoramento permanente do aterro sanitário, desativado em 2007.
 

“Foram identificadas as vocações de usos dos diversos espaços e as atividades essenciais para a manutenção de sua integridade, tais como o próprio tratamento de resíduos e a educação para a limpeza urbana, na perspectiva de promoção da sustentabilidade ambiental e do desenvolvimento de um programa permanente de gestão”, explica Aurora Pederzoli.


Últimas Notícias

Fachada do Iate Tênis Clube, com Lagoa da Pampulha na frente, durante o dia. PBH defende a demolição do Anexo do Iate Tênis Clube para proteger o patrimônio

A Prefeitura de Belo Horizonte defende na Justiça a demolição do Anexo do Iate Tênis Clube para proteger patrimônio cultural da cidade.

18/11/2019 | 13:47
Arara-azul-de-lear em cima de um galho, durante o dia. Zoológico de BH participa de plano nacional de conservação da arara-azul-de-lear

Plano de Ação Nacional de conservação da arara-azul-de-lear inclui as seis aves do Jardim Zoológico de BH.

18/11/2019 | 11:42