Pular para o conteúdo principal

Fachada do MIS Cine Santa Tereza no fim de tarte
Foto: Ricardo Laf

PBH investe em reforma e revitalização do Cine Santa Tereza

02/05/2017 | 19:49 | atualizado em 01/06/2017 | 09:57

A Prefeitura de Belo Horizonte anunciou, na terça-feira, dia 2 de maio, um investimento de R$ 1,375 milhão na reforma e revitalização do Cine Santa Tereza, espaço cultural voltado à democratização do acesso ao cinema. O equipamento público da Fundação Municipal de Cultura terá nova estrutura que visa adequar o espaço para melhor funcionamento da atividade cinematográfica, preservação e fomento da produção visual. O espaço revitalizado receberá as equipes atualmente instaladas junto ao Museu da Imagem e do Som (MIS), atendendo a uma antiga demanda do setor, que buscava um local mais adequado para a realização desse trabalho. Com a unificação das atividades no Santa Tereza, um dos principais centros de efervescência cultural da cidade, a Prefeitura espera tornar os trabalhos mais acessíveis à população. Estas ações contarão com recursos do BNDES, de compensação de patrimônio histórico e da própria Prefeitura.

 

Segundo o diretor do arquivo, museus e centros de referência da Fundação Municipal de Cultura, Yuri Mello Mesquita, o investimento e a união das equipes consolidarão o Cine Santa Tereza como o centro da política de audiovisual do município de Belo Horizonte. “O Cine Santa Tereza também terá avanços no seu tratamento acústico. Uma nova porta corta-fogo vai contribuir para que o áudio dos filmes seja melhor reproduzido durante as sessões, reduzindo o ruído externo”, disse.

 

Uma segunda fase do projeto prevê a transferência também do acervo, hoje localizados em um imóvel da região Centro Sul, para o equipamento cultural.

 

A administração municipal estuda também a implantação de núcleo de produção digital, com o objetivo de formar pessoas na produção audiovisual, em um imóvel da área central. Será o primeiro do gênero em Minas Gerais.