Pular para o conteúdo principal

Rua recapeada, asfaltada e sem buracos após obras da prefeitura. Veículos circulando na via, próximo ao posto de combustíveis.
Foto: Divulgação/PBH

PBH intensifica os trabalhos de recapeamento e tapa-buracos por toda a cidade

19/06/2018 | 14:42 | atualizado em 19/06/2018 | 17:59
Neste primeiro semestre, a Prefeitura de Belo Horizonte investiu mais de R$ 10,1 milhões em obras de recapeamento em 45 vias distribuídas pelas nove regionais da cidade. Isso equivale a aproximadamente 23 km de ruas com o asfalto requalificado, extensão que supera o realizado em todo o ano passado. Em 2017 foram investidos cerca de R$ 17 milhões nesse tipo de obra com o total de 47 vias recapeadas. Além de melhorar a qualidade do asfalto da via, essas ações oferecem mais mobilidade, segurança e fluidez do tráfego de veículos.

Os serviços são executados pela Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap) e seguem uma lista de prioridades definida em parceria com as regionais e a BHTrans, que indicam quais são as ruas que devem receber o recapeamento.  A Sudecap realiza a vistoria técnica do local, verificando as condições do pavimento, tipos de calçamento, sistema de drenagem, classificação da via (se é arterial ou coletora) e se a mesma oferece condições para as intervenções.
 
Superintendente da Sudecap, Henrique Castilho explica que a durabilidade de um asfalto de qualidade é de até oito anos, mas isso vai depender da intensidade do tráfego da rua e de sua manutenção de rotina. “O nosso compromisso é oferecer serviços de qualidade para que futuramente não haja novos transtornos para a população. A Prefeitura realiza recapeamento, drenagem, terraplanagem e pavimentação de qualidade para que não sejam desfeitos na primeira chuva que houver”, diz.
 
Entre as vias que foram recapeadas, destacam-se as avenidas Francisco Sales , (abaixo do viaduto na Floresta), Fazenda Velha (Jardim Felicidade) e Silva Lobo (Calafate), e as ruas Rio Pomba (Padre Eustáquio), Flor de Liz (Tupi B), Panamá (Sion) e Perimetral (Barreiro).
 
 

Balanço Tapa-Buracos

Outro trabalho importante e contínuo é o Programa Tapa-Buracos. Os serviços são executados pelas gerências de Infraestrutura Urbana localizadas nas regionais, com a supervisão da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura. Os pedidos têm prazo máximo de atendimento de cinco dias úteis. As gerências das regionais também adotam ações de manutenção preventiva, com vistorias rotineiras para identificar buracos. O serviço é realizado durante o ano inteiro, de segunda-feira a sábado.
 
Neste ano, já foram executados mais de 21.685 serviços. A Prefeitura está cumprindo a promessa de intensificar os trabalhos e o investimento para esses serviços em 2018 é de aproximadamente R$ 30 milhões. Em 2017, foram investidos aproximadamente R$ 20 milhões em tapa-buracos, quando foram executados, 15.335 serviços nas nove regionais.
 
Qualquer cidadão pode fazer a solicitação através dos canais oficiais de atendimento que são: Sacweb, disponível no endereço www.pbh.gov.br/sac, pelo aplicativo PBH APP, no BH Resolve e nas sedes das regionais ou pela Central de Atendimento Telefônico 156.
 

19/06/2018. Prefeitura intensifica os trabalhos de recapeamento e tapa-buracos por toda a cidade. Fotos: PBH/Divulgação