Pular para o conteúdo principal

Mais de cinquenta alunos em apresentação da Cantata da Primavera.
Foto: Divulgação PBH

PBH encerra Semana da Educação com Cantata de Primavera

23/09/2019 | 21:05 | atualizado em 13/01/2020 | 18:23

A Semana da Educação - BH Educa, promovida pela Prefeitura desde o último dia 16 com uma série de atrações no Parque Municipal e na Praça da Estação, foi encerrada nesta segunda-feira, dia 23, com a Cantata de Primavera 2019, na Sala Minas Gerais, no Barro Preto. Com o tema Superar: quando a deficiência inclui e transforma, a cantata foi apresentada em duas sessões, manhã e tarde, por alunos de 41 escolas municipais de Belo Horizonte.

 

Aproximadamente 65 mil pessoas, entre público flutuante, estudantes e comunidade escolar passaram pelos 31 espaços criados nos complexos da Praça da Estação e do Parque Municipal durante a Semana da Educação 2019. Foram quase duzentas ações inseridas em sete grandes temáticas, distribuídas em dezenas de tendas e estandes, com apresentações de vídeos, espetáculos de dança, gincanas, shows, cenas esportivas, exposição de obras de arte, performances de diferentes produções artísticas e temas variados, além de palestras, e oficinas de tecnologia, criatividade, ciências, linguagem, lazer, cidadania e saúde.

 

 

O prefeito Alexandre Kalil destacou a importância da BH Educa, reiterando que a Educação é uma das prioridades do seu governo. "Nós temos a obrigação de colocar todas as crianças, e todos que têm direito, na escola. Não fazemos favor a ninguém. Fazemos o que temos que fazer porque quem paga o prefeito, a secretária, quem paga todo mundo são os pais de vocês. Saibam vocês, que Educação, Saúde e Segurança são prioridades do meu governo. Priorizar a Educação é priorizar o treinamento e o reajuste de quem cuida das nossas crianças", afirmou o prefeito.

 

“A Semana da Educação foi o desabrochar de um jardim de talentos, foi uma semana de troca, de abraço, e o fechamento com a Cantata de Primavera é um abraço de paz que cabe todo mundo, em que todos estão juntos fazendo um mundo melhor e a criançada toda junta mostrando que as nossas escolas realmente compõem uma grande rede de Educação que movimenta e abraça a cidade”, definiu a secretária municipal de Educação, Ângela Dalben.

 

 

Cantata da Primavera

Os estudantes iniciaram o espetáculo homenageando Ludwig Van Beethoven, com An Die Freude (Ode à Alegria), da Sinfonia Nº 9 em Ré Menor; Opus 125. Na sequência, entoaram O caderno, de Toquinho e Mutinho; É preciso saber viver, de Roberto e Erasmo; Maria da Vila Matilde, de Douglas Germano; Dona de Mim, de Arthur Marques, e Todo mundo cabe no mundo, de Marcelo Xavier, que estava presente e se emocionou com a homenagem. “Me sinto como se estivesse dentro de uma catedral ouvindo anjos”, disse o artista plástico e escritor, criador do bloco carnavalesco “Todo mundo cabe no mundo”, para deficientes físicos e pessoas com limitações.