Pular para o conteúdo principal

Porte de vidro em galeria comercial, com uma placa verde em cima, com os dizeres: "Plantão Centralizado dos Conselhos Tutelares".
Foto: Divulgação PBH

PBH cria sistema que dará maior eficiência à escolha de conselheiros tutelares

18/06/2019 | 16:45 | atualizado em 19/06/2019 | 08:48

No próximo mês de outubro será realizada mais uma eleição para escolha dos conselheiros tutelares em todo o Brasil. Na capital mineira, 45 representantes da população serão escolhidos por meio do voto direto. A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Empresa de Informática do Município de Belo Horizonte (Prodabel), terá um papel fundamental neste processo: a Prodabel desenvolveu um sistema eletrônico que dará maior celeridade, segurança e transparência à eleição, diminuindo a possibilidade de fraudes. O modelo de votação é similar ao que é utilizado nas urnas eletrônicas, com o diferencial de o sistema poder ser instalado em computadores comuns.

 

Os conselheiros tutelares têm como principal função zelar pelo respeito aos direitos das crianças e adolescentes. Eles integram Sistema de Garantia de Direitos, estando entre os primeiros a serem acionados em caso de suspeita ou confirmação de violação de direitos de crianças e adolescentes. O modelo de votação, que garante maior transparência na escolha desses conselheiros, foi utilizado pela primeira vez em Belo Horizonte no ano passado.

 

Graças ao resultado positivo, o Ministério Público do Estado (MPMG) recomendou, recentemente, a utilização da ferramenta para os demais municípios. A tecnologia foi indicada como referência, especialmente pela confiabilidade e eficiência. “Sou uma defensora e uma apaixonada por esse sistema. Acompanhei o processo desde as primeiras reuniões e sou testemunha do trabalho da Prodabel. Belo Horizonte dá exemplo para todo o Brasil ao valorizar este processo de seleção”, afirmou a promotora da Infância e Juventude de Belo Horizonte, Maria de Lurdes Santa Gema.

 

 

Eleição           

Pela primeira vez na história, o processo de escolha dos conselheiros tutelares será feito de forma unificada em todo o Brasil, mais precisamente no dia 6 de outubro (primeiro domingo do mês). No caso de Belo Horizonte, serão selecionados 45 conselheiros, sendo cinco em cada regional da cidade, e suplentes. O mandato tem a duração de quatro anos.

 

O processo na capital mineira é coordenado pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania (SMASAC), por meio do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente de Belo Horizonte (CMDCA/BH).

 

 

17/06/2019. Tecnologia a serviço do cidadão. Fotos: Divulgação/Prodabel

Ouça este conteúdo

Últimas Notícias

Duas idosas sorriem, sentadas. Aposentados da PBH nascidos em julho devem fazer a prova de vida até o dia 31/7

Aposentados e pensionistas da administração municipal devem se dirigir a uma agência do banco Bradesco com o cartão bancário até o dia 31. 

22/07/2019 | 20:38
#Vá de ônibus: América x Oeste, dia 23/7, 21h30. Independência tem operação de transporte para o jogo América x Oeste no dia 23/7

BHTrans realiza operação de transporte para o jogo América x Oeste, no Independência. 

22/07/2019 | 18:50