Pular para o conteúdo principal

Arte feita pela Prefeitura
Foto: Arte/PBH

PBH acelera vacinação contra a Covid-19 e convoca pessoas de 32 e 31 anos

criado em 06/08/2021 - atualizado em 06/08/2021 | 15:05

A Prefeitura de Belo Horizonte vai ampliar a vacinação contra a Covid-19 para pessoas de 32 e 31 anos, completos até 31 de agosto, exclusivamente residentes da capital. Com o recebimento de novas doses, a vacinação de mulheres de 33 anos será antecipada e realizada no mesmo dia que os homens, na próxima terça-feira, 10 de agosto. Já na quarta, 11 de agosto, serão vacinados os homens e mulheres de 32 anos e na quinta, 12 de agosto, homens e mulheres de 31 anos. 

 

Como todo o grupo de pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente e Síndrome de Down já foi convocado para receber a segunda dose, na próxima semana não haverá mais necessidade de realizar a vacinação de homens e mulheres da mesma faixa etária em datas diferentes. Confira o cronograma atualizado dos próximos dias: 

 

- Dia 7, sábado: segunda dose para pessoas com comorbidades de 41 a 34 anos e primeira dose para mulheres de 34 anos, completos até 31 de agosto, exclusivamente residentes de Belo Horizonte;

- Dia 9, segunda-feira: segunda dose para pessoas com comorbidades de 33 a 18 anos e repescagem de pessoas com comorbidades convocadas por faixa etária, além de gestantes e puérperas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente e Síndrome de Down que por alguma razão perderam a data da aplicação da segunda dose;

- Dia 10, terça-feira: primeira dose para homens e mulheres de 33 anos, completos até 31 de agosto, exclusivamente residentes de Belo Horizonte;

- Dia 11, quarta-feira: primeira dose para homens e mulheres de 32 anos, completos até 31 de agosto, exclusivamente residentes de Belo Horizonte;

- Dia 12, quinta-feira: primeira dose para homens e mulheres de 31 anos, completos até 31 de agosto, exclusivamente residentes de Belo Horizonte. 

 

No momento da vacinação, para a aplicação da primeira dose, as pessoas de 34 a 31 anos precisam seguir as seguintes orientações: 

 

  • Ser cidadão residente de Belo Horizonte;
  • Apresentar documento de identificação com foto;
  • Não ter recebido vacina contra a Covid-19;
  • Não ter recebido qualquer outra vacina nos últimos 14 dias;
  • Não ter tido Covid-19 com início de sintomas nos últimos 30 dias. 

 

Para que os usuários possam tomar a segunda dose é necessário levar o cartão de vacina, documento de identidade e CPF. Só poderão antecipar a segunda dose as pessoas do grupo convocado em que a data marcada no cartão para completar o esquema vacinal seja menor ou igual a 7 dias. Apesar do chamamento, a orientação é que todos consultem o cartão antes de comparecer a um ponto de vacinação. 

 

O horário de funcionamento dos locais de vacinação em dias úteis é das 8h às 17h para pontos fixos e extras e das 8h às 16h30 para pontos de drive-thru. Já aos sábados os postos fixos e extras funcionam das 7h30 às 14h e os pontos drive-thru das 8h às 14h. 

 

Há também quatro pontos de vacinação com horário noturno, que funcionam de segunda a sexta-feira. Confira os horários e endereços: 

 

- UFMG Campus Saúde (Escola de Enfermagem): avenida Professor Alfredo Balena, 190 - Santa Efigênia – Funcionamento das 12h às 20h;

- Faculdade Pitágoras: rua dos Timbiras, 1.375 - Funcionários – Funcionamento das 8h às 20h;

- UNA-BH: rua Aimorés, 1.451 - Lourdes – Funcionamento das 8h às 20h;

- Faminas-BH: avenida Cristiano Machado, 12.001 - Vila Clóris – Funcionamento das 8h às 20h.  

 

Os públicos elegíveis para se vacinar no período noturno são exclusivamente os convocados para o dia em questão. 

 

As pessoas convocadas devem se vacinar nos locais listados para cada grupo e sempre checar os endereços, disponibilizados no portal da Prefeitura, antes de se deslocar aos pontos de imunização. A Secretaria Municipal de Saúde orienta que o usuário compareça aos locais de vacinação no dia da convocação. Caso a pessoa se dirija ao local em data posterior, está sujeita a enfrentar filas, já que os pontos de repescagem estão distribuídos em uma unidade por regional e por tipo de vacina.