Pular para o conteúdo principal

Auditório lotado. Palestra a Arte da Gentileza
Fotos: Amira Hissa

Palestra “A Arte da Gentileza” lota auditório da PBH

18/05/2017 | 17:43 | atualizado em 06/06/2017 | 16:07

Mais de duzentos servidores da PBH lotaram, na tarde desta quarta-feira, (17), o auditório JK, na sede da Prefeitura, para participar da palestra “A Arte de Gentileza”, proferida pelas Relações Públicas, Pós-Graduado em Comunicação Social e Mestre em Turismo e Meio Ambiente, Marcelo Cunha.

 

A palestra foi construída a partir da obra “A Arte de Gentileza”, do professor Pedro Ferroasse. Durante duas horas, Marcelo Cunha fez uma exposição clara e bem humorada, proporcionando aos participantes um diálogo reflexivo e a discussão sobre a rotina pessoal, profissional e social dos servidores, como forma de aprimorar as atitudes e escolhas que são feitas no dia-a-dia.

 

“Ao abordar sobre aquelas qualidades que consideramos como essenciais à gentileza, tais como: atenção plena, empatia, humildade, paciência, generosidade, lealdade e outras; aumenta o desejo de, sob a ótica de cada uma delas, encontrarmos um modo mais fácil de ser feliz.”, explicou.

 

Marcelo Cunha comentou que a palestra teve como objetivo cultivar estados mentais positivos como forma de melhorar a saúde psicológica e experimentar com mais frequência à sensação de felicidade; apresentar a gentileza e a compaixão como principais formas de alegria duradoura; estimular a discussão sobre como a gentileza dá sentido e valor à nossa vida e como ela permite uma comunicação mais fácil entre os indivíduos e demonstrar como as pessoas mais gentis são mais felizes e bem-sucedidas.

 

A servidora e professora de Educação Física Helen Simone de Oliveira Alves elogiou a palestra.  De acordo com Helen, o que mais a impressionou foi o que o palestrante disse sobre as relações humanas, o tratamento de respeito e o tato com o outro. “Todo conteúdo foi muito importante, mas ficou muito marcante a importância de ser grato. Também é importante saber fazer avaliação das pessoas, o que elas estão querendo com você, quem quer o seu bem e como você se coloca diante das situações”, finalizou.