Pular para o conteúdo principal

Ônibus e motocicleta
Foto: Arte PBH

Ônibus ganham adesivos de alerta para proteção de ciclistas e motociclistas

03/03/2020 | 17:04 | atualizado em 05/03/2020 | 18:31


“CUIDADO! PONTO CEGO”. Com este alerta, adesivos estão sendo afixados em todos os ônibus do Sistema de Transporte Coletivo Convencional de Passageiros e do Transporte Suplementar de Belo Horizonte. O objetivo é chamar a atenção dos motociclistas e ciclistas para a área do ônibus cuja visibilidade é mínima para os motoristas, evitando situação de riscos.

Em Belo Horizonte, a iniciativa está sendo incorporada às ações para redução do número de acidentes principalmente com os motociclistas – principais vítimas no trânsito da cidade – e está em consonância com o Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte.

A colocação do alerta na frota de ônibus do sistema convencional de passageiros e do transporte suplementar é uma determinação da BHTrans para os consórcios e os operadores do serviço. Segundo o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra), até o momento, 36% da frota já está adesivada.

A iniciativa de instalar adesivos indicativos de ponto cego nos ônibus surgiu em Fortaleza, e os resultados positivos na redução de acidentes de trânsito envolvendo ônibus, bicicletas e  motocicletas, motivaram a implantação em Belo Horizonte.
    
Os dados da capital cearense foram apresentados para o “Grupo de Benchnarking Qualiônibus”, coordenado pelo WRI – World Resources Intitute – Brasil e do qual a BHTrans participa. O grupo é voltado para discussão de problemas e soluções para o setor e inclui profissionais de diversas cidades, como São Paulo, Recife e Porto Alegre.

 


Últimas Notícias

Realização do evento cultura Sound System Circuito em Casa reúne 20 atrações culturais em uma semana

O Circuito encerra a sua programação de julho e já inicia a de agosto com 20 diferentes atrações.

27/07/2020 | 17:32
Informações sobre a Covid-19 Mais de 3,5 mil pessoas são abordadas desde a lei que obriga o uso de máscaras

Entre os cidadãos abordados, 1.606 estavam devidamente equipados e outros 1.925 estavam em desacordo com a legislação.

21/07/2020 | 14:48